A empreitada para manter a cidade limpa e livre de criadouros do Aedes aegypti é intensa, com equipes do setor de Saúde, Serviços Urbanos, Departamento de Fiscalização e Posturas e Limpeza Pública trabalhando em sintonia, com a realização frequentes de reuniões para conjugar ações.

Nesse sentido, devido ao clima favorável, com chuvas abundantes, o Departamento de Posturas da Prefeitura está orientando os proprietários de glebas não edificadas para mantê-las limpas e livre do mato alto.

É importante ressaltar que terreno sujo e com mato alto geram notificações, autuações e multas.

“Estamos com situações de terreno com mato alto em centenas de áreas vagas em toda a cidade. O Departamento do Fiscalização e Posturas orienta os proprietários e detentores de lotes, que os mantenham limpos. Muitas vezes os donos não moram perto terreno e, é comum, neste momento haver reclamação, com razão, por parte dos moradores vizinhos”, considera o Chefe de Postura, Edvaldo Martins Faria.

Desde o início do seu governo, o prefeito, José Eduardo Coscrato Lelis tem preconizado o trabalho conjunto dos setores com objetivo de manter o zelo com a cidade. No caso específico o esforço é redobrado por se tratar de questão de saneamento, com efeitos diretos na qualidade de vida e saúde da população.

Foram diversas ações de orientação, intervenções pontuais, quando necessárias, e arrastões de limpeza. Tudo isso somado ao trabalho diuturno das equipes da Vigilância Epidemiológica e serviço de fiscalização do Departamento de Tributação com a rotina de casa a casa dos agentes de vetores, que acionam a fiscalização quando se deparam com terrenos muito sujos.

“Nossa obrigação é manter a cidade limpa, agindo diretamente nos espaços públicos e cobrando, dentro da legalidade, que os terrenos particulares, também sejam mantidos limpos”, reforça o prefeito, José Eduardo Coscrato Lelis.