Janeiro de 2019 – Pode não ser uma tarefa divertida, mas certamente algum tempo empreendido na limpeza da caixa d’água deverá eliminar muitos problemas futuros. Se não estiverem devidamente limpos e tampados, os reservatórios podem se tornar grandes criadouros do mosquito transmissor da dengue, vírus Zika e febre de chikungunya.

Segundo o Ministério da Saúde, em 2018 foram registrados 245 mil prováveis casos de dengue no Brasil. A maior incidência ocorre nos períodos de chuva e, por esse motivo, o intervalo de janeiro a março exige cuidados redobrados – e que devem ser mantidos durante os outros meses do ano.

Para deixar essas doenças bem longe da sua casa, a Tigre preparou um passo a passo para a limpeza da caixa d’água:

Passo 1

  • Para iniciar a limpeza tenha em mãos uma brocha ou caneca plástica, pano limpo, esponja macia, balde e água sanitária.
  • Feche o registro de entrada de água da casa.
  • Separe uma quantidade de água para utilizar nas últimas etapas de limpeza da caixa.
  • Deixe na caixa d’água uma reserva de aproximadamente um palmo de água.

Passo 2

  • Feche as saídas de água da caixa d’água e utilize a água reservada para limpar as paredes e o fundo da caixa usando um pano úmido.
  • Retire a água da lavagem e a sujeira pela tubulação de limpeza. Caso necessário, utilize um balde, pano úmido e uma esponja macia.
  • Tire bem as impurezas e seque a caixa utilizando panos limpos, evite passa-los nas paredes.

Passo 3

  • Feche o registro da saída de limpeza e, ainda com a saída de água fechada, deixe entrar um palmo de água.
  • Adicione dois litros de água sanitária e deixe por duas horas. A cada 30 minutos utilize caneca de plástico ou brocha para limpar as paredes internas da caixa.

Passo 4

  • Após duas horas, ainda com o registro fechado, esvazie a caixa abrindo as saídas.
  • Abra todas as torneiras da casa e acione a descarga, assim todas as tubulações da residência serão desinfetadas.

Passo 5

  • Feche todas as torneiras e abra o registro de água para encher novamente a caixa d’água.
  • Coloque a tampa na caixa d’água e se assegure de que ela esteja travada.
  • Anote em um papel ou etiqueta a data da última limpeza.

Dicas:

  • Verifique o estado da caixa d’água de seis em seis meses. Entretanto, vale reforçar que este período pode variar de acordo com cada região brasileira. Se for um lugar que tenha cortes de água constantes, a sujeira pode vir pela tubulação quando se faz a retomada no reabastecimento. Nestes casos, a limpeza tem um tempo menor.
  • Nunca utilize sabão ou detergente.
  • Evite o uso de vassoura e escova de aço.

A Tigre oferece ao mercado caixas d’água abertas nos tamanhos de 310 litros, 500 litros, 750 litros, 1000 litros, 1500 litros, 2000 litros e 5000 litros e tanques de 310 litros, 500 litros e 1000 litros. Os produtos contam com sistema de fechamento seguro e a instalação é feita sem erros, pois já vem com marcação para realizar a furação.

A limpeza é ainda mais fácil por conta da sua superfície interna lisa que evita incrustações. Além disso, é totalmente atóxica feita de Polietileno. O produto também resiste a intemperes, mesmo quando exposto, com seu aditivo anti-uv que protege contra raios solares e elimina riscos de perda de resistência e de coloração.

Sobre o Grupo Tigre

Com uma história de mais de 75 anos, a Tigre é uma multinacional brasileira com forte presença internacional, líder em soluções para construção civil e cuidado com a água. A empresa oferece um amplo portfólio de produtos que atende os mercados predial, de infraestrutura, de irrigação e industrial. Presente em 30 países, conta com cerca de sete mil funcionários, 11 plantas no Brasil e 12 no exterior: Argentina (2), Bolívia (2), Chile (2), Colômbia, Equador, Estados Unidos, Paraguai, Peru e Uruguai. Além de tubos e conexões, fazem parte do portfólio do Grupo as marcas Claris Tigre (esquadrias de PVC), Tigre Ferramentas para Pintura, Tigre-ADS (tubulações de PEAD para saneamento e drenagem), Fabrimar (metais sanitários) e TAE – Tigre Água e Efluentes.