A volta às aulas é o momento ideal para que educadores e alunos retomem as articulações para transformar a realidade que os cerca, inclusive, em busca de um melhor aprendizado. E que tal aproveitar esse momento para estimular ainda mais os jovens estudantes a realizarem projetos com a possibilidade de inscrevê-los em uma premiação nacional? Essa é a proposta do programa Criativos da Escola, do Instituto Alana, que oferece uma série de materiais de apoio para ajudar educadores e alunos neste desafio.

Os professores interessados em promover transformação em suas escolas e comunidades, a partir de experiências protagonizadas por seus alunos, podem acessar o material de apoio, com ferramentas para incentivar os estudantes a sentir quais são os problemas que mais os afetam até a concretização de projetos para solucioná-los. Entre os conteúdos, estão sugestões sobre como dispor fisicamente o espaço e os melhores materiais para utilizar com os grupos em cada etapa do desenvolvimento da iniciativa, além de apresentar uma proposta de divisão de tempo e aulas.

Um baralho transformador! Para estimular crianças e jovens a se organizarem na criação desses projetos, o Criativos disponibiliza também o jogo de cartas “A Missão“, que tem como propósito estimulá-los, de maneira autônoma, a ultrapassar os desafios das quatro “missões” para concretizarem suas iniciativas. Para acessar o próximo naipe é preciso concluir o objetivo da fase: primeiro precisam sentir o problema que querem enfrentar; depois, imaginar possíveis maneiras de solucioná-lo; a próxima etapa propõe formas de realizar essas transformações para que, finalmente, possam compartilhar o quê e como foi feito.

Outra fonte de inspiração para os alunos nesse início de ano letivo são os programas do canal Criativos da Escola, a exemplo do “Lu de Lupa“. Roteirizado e apresentado pela jovem perguntadeira Luiza Geiling – sempre acompanhada por personagens curiosos e engajados – cada episódio propõe um bate-papo leve, divertido, ágil e, claro, cheio de questionamentos, como: “Por que todo mundo fala da gente, mas poucos perguntam diretamente aos jovens sobre o que eles querem falar?”; “Por que o ambiente escolar às vezes é tão hostil?” ou “Por que coisas absurdas acontecem e muita gente finge que não vê?”.

“Todas essas ferramentas que disponibilizamos nos canais do ‘Criativos’ servem para engajar, fortalecer e ampliar a nossa rede de boas ações, encabeçadas por jovens com o apoio de seus professores em todo o Brasil. Já contabilizamos mais de 4500 projetos de todos os estados desde a primeira edição do Desafio, e queremos reverberar mais e mais iniciativas. Aproveitem os conteúdos desses materiais de apoio, pois, em breve, alunos e professores poderão se inscrever e fazer parte deste movimento, compartilhando seus projetos incríveis com a gente em nossa premiação. E para esta edição, vamos lançar novidades ainda mais especiais”, antecipa Gabriel Salgado, coordenador do programa Criativos da Escola.

Enquanto as inscrições não começam, relembre e se inspire com as histórias dos onze projetos premiados em 2018, contadas nos vídeos abaixo. No site e redes sociais do Criativos da Escolas é possível, também, conhecer outras dezenas de projetos selecionados em outras edições, além de finalistas e destaques.

Destaque Nacional:

Destaque Parceria Votorantim pela Educação: