Sentir dificuldade de ir ao banheiro fora de casa não é desculpa nem frescura. De acordo com a proctologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Maristela Gomes de Almeida, há explicação para essa condição, e está relacionada a razões fisiológicas e psicológicas.

A mudança de ambiente é um dos motivos de fundo psicológico, pois interfere diretamente no ritual que a maioria das pessoas tem na hora de evacuar. Segundo a médica, essa alteração é capaz de bloquear ou retardar a ida ao banheiro.

Somado a esse fator, há também o processo fisiológico que intensifica essa barreira. “Quando se está fora de casa, dificilmente a dieta alimentar é seguida, ocasionando uma transformação na rotina, como por exemplo, ingestão de alimentos com menos fibras, mudança de horário das refeições. Tudo isso ajuda a aumentar esse bloqueio”, explica a especialista.

Adiar essa ação natural do organismo acarreta em consequências que vão desde o desconforto até fissuras na região do ânus. Maristela Gomes de Almeida esclarece que, conforme a pessoa segura as fezes, é comum surgirem problemas como formação de gases e constipação de fato.

Entretanto, a gravidade dessas complicações pode aumentar quando o bloqueio se estende por períodos longos. Com as fezes ressecadas, por conta do acúmulo por muitos dias no reto, há um aumento no esforço para eliminá-las e, em casos extremos, pode haver necessidade de uma lavagem intestinal, como conta a médica.

A proctologista alerta ainda que, quando a evacuação não acontece por dias seguidos, existe o risco de ocasionar fissuras, ou seja, a laceração da pele do ânus pelo esforço, ou ainda hemorroidas inflamadas, chamadas de trombose hemorroidária – quando uma veia que nunca apresentou sintomas inflama, fica dolorida e para fora, podendo até sangrar.

HOSPITAL EDMUNDO VASCONCELOS

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Hospital Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.000 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 – Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o primeiro lugar no Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar Saúde – Hospitais, conquistado em 2017.

Rua Borges Lagoa, 1.450 – Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo.
Tel. (11) 5080-4000

Site: www.hpev.com.br
Facebook: www.facebook.com/ComplexoHospitalarEV
Twitter: www.twitter.com/Hospital_EV
YouTube: www.youtube.com/user/HospitalEV