Ouço um zum zum zum de jovens guairenses se envolvendo com assuntos políticos (na sua melhor forma), discutindo passos para mudar o mundo a partir de seu próprio mundo. Assim resolvi falar neste post inaugural da importância da participação democrática na saúde pública.

O Sistema Único de Saúde é fruto de movimentos de gente jovem querendo mais dignidade aos doentes, enxergando que “a saúde é direito de todos e dever do Estado”. Antes dele o Brasil passou por assistência a saúde pública exclusiva a pensionistas, depois a trabalhadores, foi se expandindo até chegar no modelo atual, melhor mas ainda cheio de falhas e em permanente evolução.

Gente, no dia 13 de abril próximo teremos a oportunidade de ser atores neste processo de evolução da assistência a saúde em Guaíra. Na V Conferência Municipal de Saúde os cidadãos vão ter direito de entender o funcionamento do SUS e a opinar com seriedade, principalmente através do Conselho Municipal de Saúde, composto de forma equalitária por gestores e representantes civis eleitos pelos participantes da própria conferência.

O Conselho é o principal instrumento de apoderamento social, é a voz do usuário SUS. Ele denuncia, discute, pactua ações estratégicas com a Coordenadoria de Saúde e depois pode cobrar formalmente. Bom, até vale reclamar da saúde na rádio, desabafar no facebook, mas a forma mais efetiva e séria para se participar é sim através desse meio.

Quem se interessar em entrar para o movimento tem que se ligar a grupos como associações de bairro, igrejas, sindicatos, conselhos de classe e se inscrever como representantes indicados por eles no dia da Conferência.

Nos encontraremos lá, 13 de abril na Câmara Municipal de Guaíra.

Dra. Janaína Soares Vieira Borghetti