Judoca guairense embarca para Europa na seleção brasileira

Cria do projeto olímpico Branco Zanol, Adriele Sena embarcou para Europa ontem. Ela faz parte da seleção brasileira sub 17 de Judô. O time estava concentrado em Pindamonhangaba, onde os atletas fizeram treinos, assistiram a preleções e vídeos de forma intensiva, se preparando para as fortes disputas que devem encarar na Romênia e Alemanha, países que sempre produziram atletas de ponta na modalidade
Adriele Sena
Adriele Sena
Adriele Sena
Adriele Sena

Cria do projeto olímpico Branco Zanol, Adriele Sena embarcou para Europa ontem. Ela faz parte da seleção brasileira sub 17 de Judô. O time estava concentrado em Pindamonhangaba, onde os atletas fizeram treinos, assistiram a preleções e vídeos de forma intensiva, se preparando para as fortes disputas que devem encarar na Romênia e Alemanha, países que sempre produziram atletas de ponta na modalidade.

Na noite de terça-feira, dia 24, os técnicos do time Fulvio Miyata e Andrea Berti conversaram com os judocas e exibiram vídeos com imagens de lutas, para a seleção assimilar o estilo de luta europeu. De forma didática eles explicaram as principais técnicas, como se defender e contra atacar. Fechando a noite os judocas assistiram a um vídeo motivacional do Comitê Olímpico Internacional.

A preocupação dos técnicos com a luta dos europeus se justifica, uma vez que um ponto fraco da seleção brasileira é o judô de solo, segundo Andréa.

Por isso na segunda feira, dia 23, os times, masculino e feminino treinaram por duas horas técnicas de Newaza, o judô de solo.

Tentamos passar para eles o que já sabemos que ocorre nos treinos e competições na Europa. O Newaza pode ser um diferencial neste caso, para atacar e, principalmente, não ser dominado no solo”, diz Andrea.

por Paulo Sérgio Rodrigues (Mtb – 31768)

Publicidade:
Anterior North Shopping Barretos tem horário especial de funcionamento no Feriado do Dia do Trabalhador
Próxima Dancin Days vai animar festa dos Servidores Públicos