Sucen regional elogia combate da dengue em Guaíra

Mobilização de diversos secretarias conseguiu praticamente zerar o número de casos de dengue que dão entrada nos serviços de saúde

Sucen regional elogia combate da dengue em Guaíra

Mobilização de diversos secretarias conseguiu praticamente zerar o número de casos de dengue que dão entrada nos serviços de saúde

Com uma mega campanha em que a nebulização do inseticida pela Sucen – Superintendência de Controle de Endemias – regional foi o fator catalisador, o município de Guaíra conseguiu em menos de um mês fazer cair em mais 90% o número de casos de dengue.

Foi uma mobilização integrada de diversas secretarias, diretorias, chefias de serviço, Deagua e população primando pela orientação, conscientização e limpeza maciça que conseguiu reduzir dramaticamente a incidência da dengue em Guaíra.

Na primeira semana de nebulização, quando a mobilização de limpeza começou, deram entrada no sistema 120 casos, na segunda semana caiu para 54 e na terceira 27 casos confirmados.

Mostrando a eficácia da força tarefa empenhada pelo governo de Sérgio de Mello depois do dia 20 de maio, quando terminou o quarto ciclo da aspersão de inseticida, até ontem havia apenas nove casos suspeitos.

Este desempenho motivou a visita da diretora regional Ribeirão Preto da Sucen, Zulimar Catarina Teles Alves que no gabinete do prefeito, Sérgio de Mello muito elogiou o esforço de Guaíra no trabalho que preparou a cidade para a pulverização. “Não tivemos nenhum contratempo. Guaíra cumpriu todos os requisitos exigidos pela Sucen”, declarou Catarina ressaltando que a nebulização do inseticida sem a limpeza, trabalho casa a casa e de educação, seria inútil. “O efeito do inseticida é imediato. Conseguimos matar apenas o mosquito adulto, se não eliminarmos criadouros, ovos e larvas, não adianta nada. A infestação volta em poucos dias”, explicou Catarina.

A equipe regional da Sucen se reuniu com o prefeito, Sérgio, o diretor de Vigilância em Saúde, Wilker Gléria de Oliveira, secretária de Saúde, Vânia Garcia Junqueira Tristão e a secretária de Educação, Cida Ferreira e aproveitou o momento para reforçar a necessidade da manutenção do esforço de combate a dengue.

O prefeito foi orientado a manter o pessoal, inclusive os temporários nas ações preventivas de rotina. Combate a dengue efetivo é feito durante os meses secos do ano, se o número de criadouros for mínimo quando as chuvas chegarem, a infestação do Aedes aegypti não ocorre, assim transmissão é mínima.

Um mutirão amplo de limpeza de casas, quintais, terrenos e logradouros públicos foi orientado pela Sucen para o mês de setembro. O prefeito, Sérgio gostou da ideia e quer casar a mobilização contra a dengue, com uma campanha ecológica de alunos do ensino médio da Escola Enoch, no projeto Beija Flor da Polícia Ambiental. “Limpeza, cuidar da cidade dos nossos quintais é uma ação primordial de conservação do meio ambiente”,  elucidou o prefeito.

“Para nossa gestão é uma questão de honra reduzir ao máximo o número de casos de dengue no próximo verão”, finalizou Mello.

Anterior CFM propõe plano para interiorização e carreira nos moldes da de juiz
Próxima Sebrae Barretos oferece “Programa de Orientação ao Candidato a Empresário”