Limpeza pública é motivo de descontentamento

O serviço prestado pela empresa Seleta Ambiental é alvo de várias crítica da população. Será que a terceirização deste serviço favorece alguém?

Limpeza pública é motivo de descontentamento
O serviço prestado pela empresa Seleta Ambiental é alvo de várias crítica da população. Será que a terceirização deste serviço favorece alguém?

Zelar pela limpeza pública de um município é obrigação de todos os moradores, mas a principal responsabilidade por manter a cidade limpa é do poder público que no caso de Guaíra, desde 2005, terceirizou para a iniciativa privada este serviço.

No governo anterior foi a empresa Alfalix Ambiental, agora é a Seleta Ambiental que recebe nosso rico dinheiro para prestar serviços neste setor. A terceirização deste serviço em Guaíra não vem agradando a população há mais de um ano, e as reclamações são inúmeras, em relação ao trabalho que vem sendo prestado.

Limpeza pública é motivo de descontentamento

A maioria da população de Guaíra contesta a maneira como é feito a limpeza e o recolhimento do lixo doméstico. Ruas sujas, lixo amontoando nas esquinas, a maneira como é feito procedimento de recolhimento daquele lixo, no qual vários sacos ficam em um determinado ponto, e horas depois são recolhidos. Mas, enquanto isto cachorros e gatos rasgam as sacolas, causando um verdadeiro caos na limpeza pública, deixando as ruas com aspecto desagradável..

O que causa mais transtorno aos moradores é quando chove, já que o lixo é levado pela enxurrada causado mais problemas. A avenida 9, localizada no centro da cidade, é um dos pontos mais críticos, já que recebe enxurrada com todo o lixo vindo das ruas adjacentes. No final, a região da baixada, é a que mais sofre, com o acúmulo de sacos de lixo trazidos pelas águas pluviais.

A pergunta que fica é como uma empresa com tantos problemas permanece na cidade e ainda levando milhões em recursos? No ano de 2013 foram pagos mais de R$ 3,7 milhões para a empresa Seleta.

Segundo informações o custo real para efetivar garis e um concurso público, daria para comprar caminhões, novos equipamentos, arcar com os impostos e ainda daria para pagar os funcionários, e mesmo assim, não daria nem a metade do valor que é pago atualmente a empresa Seleta Ambiental.

Limpeza pública é motivo de descontentamento

Para piorar ainda mais a situação, a empresa Seleta Ambiental concorreu sozinha a licitação e venceu, o que gera mais suspeitas sobre este contrato da empresa. Este ano, a expectativa de gasto é para ultrapassar os R$ 5 milhões. Enquanto isto, a cidade continua suja, com coleta de lixo desorganizada e a população pagando por um serviço que não é prestado. Agora, nós perguntamos: neste caso, será que procurar pelo PROCON resolve?

Publicidade:
Anterior Um pouco sobre a Lei do Silêncio
Próxima Antigomobilismo de Barretos acontece de 04 à 06 de julho no North Shopping