Prefeitura multará detritos dispensados de forma irregular

Os próprios motoristas dos veículos de coleta farão as multas. Autuações começarão pelos detritos de limpeza de quintal e entulhos de construção a parir do dia 15 de fevereiro

A Prefeitura está começando uma forte ação com a finalidade de encerrar costumes daninhos a boa convivência em comunidade. A partir do dia 15 de fevereiro os motoristas dos caminhões que fazem a coleta dos detritos estarão orientados e autorizados a lavrar autos de infração, sempre que se depararem com lixo de quintal ou entulho de construção dispensados de forma irregular. Esta medida vem para ampliar a ação a fiscalização de posturas em Guaíra.

Para a limpeza de quintal, galhos de árvores, material de capina, aparas de grama, o detrito pode ser posto na rua de segunda à quarta-feira. Já para o entulho de construção, a Prefeitura não aceita que seja depositado na rua ou calçada, só pode ser disposto na via pública em caçambas, alugadas no Deagua.

No caso de pouca quantidade de resíduo, o cidadão pode usar os serviços particulares, prestado por carrinheiros e carretas de tratores. Nesse caso o usuário não pode colocar o entulho na rua, deve acomodar os restos de construção direto na carroceria do transportador.

No que diz respeito a estes prestadores de serviços autônomos de coleta, o Setor de Tributação e de Limpeza Pública da Prefeitura, já estão preparando uma reunião, com uma palestra da Polícia Ambiental objetivando a orientação sobre correta destinação dos entulhos. Em ação simultânea, também estão sendo criados formulários e ordenamento do serviço de coleta autônoma.

“A nossa intenção é manter a cidade limpa. Com o setor de Tributação estamos criando formas para evitar que lixo e entulho sejam colocados na rua de forma irregular”, ressalta do chefe do Setor de Limpeza Pública, Valter Alves dos Santos Júnior.

Junior informou que a fiscalização vem para favorecer a reciclagem dos restos de construção.  Em breve, deve vir a Guaíra uma usina de reciclagem móvel que transformará os despojos em material que pode ser usado em aterros e com o avanço da tecnologia até como matéria-prima para a construção civil.

A partir da reciclagem do entulho, é possível obter areia e brita para ser usada em pavimentação de vias públicas, contenção de encostas, canalização de córregos e na construção civil em geral. Isso possibilita a economia de recursos em diversos tipos de obras e garante a preservação do meio ambiente pela diminuição do descarte de resíduos, o que é interessante para o município uma vez que tem muito problema com falta de espaço para destinação de detritos.

Publicidade:
Anterior Ira! é primeira atração musical confirmada no 15º Barretos Motorcycles
Próxima PAT DIVULGA VAGAS DE EMPREGO EM GUAÍRA