Com reformas nos recintos dos animais, praticamente reconstrução do parquinho das crianças, reformas nas calçadas e sanitários, instalação de academia da saúde e outras intervenções pontuais necessárias, o Zoológico Municipal Joaquim Garcia Franco reabre suas portas para o público, no sábado, dia 22 de março. A grande novidade é o terrário, que foi construído já passou por vistoria do Ibama e em muito breve deverá receber serpentes, que serão dispostas apreciação do público.

Fundado em 18 de maio de 1958, o zoológico é referência em acolhimento de animais silvestres vitimados, sendo na marco-região a única instituição que recebe espécies nativas capturadas em locais inapropriados ou oriundos de apreensão pela Polícia Ambiental. No zôo estes animais passam por quarentena, e quando possível, são reintroduzidos na natureza. Os remanescentes são dispostos nos recintos para o público.

A visitação serve como forma de orientação e conscientização conservacionista, identificando os animais da nossa fauna e mostrando a importância de cada espécie para o ecossistema geral.

Além de zôo o órgão é um depositório genético de árvores nativas, inclusive com animais vivendo soltos no habitat natural formado pelo pequeno horto. E, nos últimos anos tem registrado a reprodução de espécimes cativos. Um excelente indicativo do bem estar animal.

O prefeito, José Eduardo Coscrato Lelis foi o responsável pela transformação do antigo Bosque em Zoológico, quando ocupou o cargo de secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, e vê com satisfação a evolução. “Além de ser entretenimento para as crianças, nosso zoológico é uma importante ferramenta na proteção dos animais silvestres, servindo também à orientação pela conservação da natureza. Nossa intenção sempre foi de educar as crianças para uma vida sustentável, nessa premissa o zoológico é imprescindível”, celebrou o prefeito.

Fotos: