PREFEITURA DE GUAÍRA COMEÇA A RECUPERAÇÃO DA PRAÇA DA RODOVIÁRIA

Denominada Praça dos Fundadores, a conhecia Pracinha da Rodoviária, terá mangueiras retiradas por não serem árvores adequadas ao plantio em parques urbanos

Nesta segunda-feira, dia 25, a equipe do Parque Maracá começou a subtração das mangueiras plantadas na Praça dos Fundadores, mais conhecida como Pracinha da Rodoviária. O Departamento de Meio Ambiente já examinou o logradouro e constatou que as árvores não são adequadas ao plantio em praças urbanas. Ressaltando que estas árvores foram plantadas populares, sem a devida autorização da Prefeitura.

De acordo com o Chefe da Seção do Parque Maracá, Everto Robert Pio, as  mangueiras muito adensadas, com a copa de uma sobrepondo à copa da outra, a grama, antes vigorosa e bela, morreu e as palmeiras, que fazem parte do projeto original do Parque Maracá, tiveram o crescimento comprometido.

Além do viés sustentabilidade ecológica para o setor urbano, as árvores atrapalham a iluminação pública o que nos últimos anos transformou o local de convivência social em  um reduto de alcoólatras  e usuários de drogas.

Nesse sentido o Diretor Assistência Desenvolvimento e Inclusão Social, José Reinaldo dos Santos Júnior a recuperação da praça ocorre em consonância com a ação de abordagem e acolhimento dos migrantes, itinerantes e moradores de rua que frequentam a praça. Trabalho este desenvolvido pela Prefeitura com a Ong parceira, Associação Lar, a Alar.

Até  o início da década de 1990 a praça era frequentada por moradores vizinhança, onde as crianças podiam brincar e hoje, devido ao ambiente de iluminação ficou inviável a convivência social saudável e a atividade comercial nas imediações do Terminal Rodoviário.

Pio complementa informando que a recuperação será mais ampla, prevê reformas pontuais no terminal rodoviário, com a pintura recuperação de calçadas e outros equipamentos públicos que fazem parte do complexo do Parque Maracá.

Esmeraldo Palhares, comandante, da GCM – Guarda Civil Municipal – concorda com a recuperação da praça, uma vez que a melhor iluminação favorece o trabalho dos guardas que fazem a zeladoria da praça.

PLANTIO

O Departamento de Meio Ambiente orienta os moradores evitar plantar árvores em espaços públicos sem a devida autorização. Por se tratar de zona urbana,  para o uso de pessoas e animais domésticos, em diversos tipos de atividade, os logradouros urbanos seguem ordenação específica, sendo que o município até editou uma cartilha tratando do assunto e a disponibiliza no seu site:
http://guaira.sp.gov.br/wp-content/uploads/2015/11/Cartilha-de-Arboriza%C3%A7%C3%A3o-Urbana-1.pdf

Importante, é quando o munícipe tiver a intenção de plantar árvores em parques, praças e canteiros de avenidas deve procurar a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, no Anel Viário Júlio Robim, sem número, antigo Matadouro Municipal, ou pelo telefone 3331-2799. Pelos profissionais do setor os cidadão serão orientados sobre os programas de arborização e em alguns casos recebem a doação da mudas adequadas para o plantio.

Publicidade:
Anterior A VEZ DO CANUDO DE PAPEL
Próxima DOIS MESES DA TRAGÉDIA EM BRUMADINHO: COMO RECUPERAR OS DANOS CAUSADOS AO MEIO AMBIENTE?