VOCÊ SABIA QUE APARELHOS LIGADOS NO WI-FI PODEM SER ALVO DE HACKERS?

Televisões SmartTV, câmeras IP também podem ser usadas para fins maliciosos
Conceptual wireless symbol on turquoise blue blurred rectangle and square bokeh with binary numbers data illustration background.

Não são só os computadores e aparelhos de celular que correm risco de invasão e roubo de dados. Com as ferramentas certas, um hacker pode invadir a internet particular por meio de equipamentos eletroeletrônicos domésticos, como televisões do tipo SmartTV e câmeras com tecnologia IP. “São aparelhos que possuem Wi-Fi embutida e podem funcionar como ponto de acesso para pessoas maliciosas”, alerta Fernando Amatte, especialista em cibersegurança da CIPHER.

Qualquer aparelho conectado à internet, não atualizado ou mal configurado está em risco. Ele diminui dentro de ambientes “fechados”, como empresas e residências, mas a configuração errada de um equipamento pode ficar aberta a criminosos. “Muitas pessoas compram e instalam câmeras IP em suas residências. Se não forem configuradas corretamente, uma pessoa pode expor toda a sua casa na internet”, informa. O especialista ressalta que há máquinas, conhecidas como “bots” (diminutivo de Robots) criadas para buscar falhas na web diariamente.

Amatte também revela que alguns destes equipamentos podem apresentar brechas no firmware – o sistema utilizado pelos aparelhos. Dessa forma, o ponto de acesso, como no caso das televisões e câmeras IP, pode estar exposto. Para reduzir a dor de cabeça, é importante verificar se o aparelho está atualizado, ou, na dúvida, entrar em contato com o fabricante.

Reconhecer uma invasão é sempre mais difícil para uma pessoa leiga, por isso o especialista recomenda medidas simples, mas eficazes. Segundo Amatte, a primeira linha de defesa é manter os cuidados preventivos com a rede, como instalar um firewall e antivírus para detectar ataques. “A parte mais complicada para o usuário é manter o firmware dos equipamentos atualizados. Nem sempre o procedimento de atualização é simples”, conclui.

Sobre Fernando Amatte

Fernando Amatte é Diretor de CiberInteligência da CIPHER, uma empresa do grupo PROSEGUR. É especialista em análise forense digital, segurança da informação e proteção de dados digitais. Possui as certificações Certified Information Systems Security Professional (CISSP), SSP-MPA Certified Professional Specialties, GIAC – GCIH Certified Professional, COMPTIA Pentest+.

Publicidade:
Anterior MITO OU VERDADE: EMENDAR A PÍLULA ANTICONCEPCIONAL FAZ MAL?
Próxima DEZ DICAS PARA ECONOMIZAR ENERGIA ELÉTRICA EM CASA