A carreira de tatuador despontou nos últimos anos como uma alternativa para quem deseja colocar o lado artístico em ação, trabalhar com algo diferente e no próprio ritmo. Como as pessoas estão aceitando melhor as tatuagens — que estão presentes em jovens e até idosos —, o mercado está aberto para os novos profissionais.

De acordo com estudo realizado pelo instituto alemão Dalia, 35% da população mundial tem alguma tatuagem. Os países em que o desenho na pele mais estão presentes são Itália, Suécia e Estados Unidos. O Brasil está em 9º lugar, o que demonstra que o país é um dos mais interessados nesse tipo de modificação corporal.

Embora não haja um caminho específico para quem deseja seguir a carreira, como ocorre em profissões como as de Direito e Medicina, existem algumas formas para começar a tatuar que a pessoa interessada pode considerar. Confira!

Contra própria

Por ser uma profissão que, muitas vezes, envolve habilidades com desenho e dedicação, a carreira de tatuador pode ser aprendida de maneira autodidata. O interessado pode assistir a vídeos na internet e acompanhar os tatuadores em estúdios.

Apesar da observação ser muito importante, apenas ela pode não garantir um bom trabalho. Além do mais, ao aprender por conta própria, o futuro tatuador pode não ter contato com informações importantes, como medidas de segurança. É importante lembrar que, mais do que uma arte, o segmento de tatuagem envolve a saúde de outra pessoa, que sempre deve ser priorizada.

Mestre

Aprender com um tatuador que já tem experiência é outra forma de entrar para essa mercado. O profissional poderá ensinar o iniciante sobre as principais técnicas, normas de vigilância sanitária, desenhos e mostrar na prática como desenhar na pele. Geralmente, o aluno acompanha o tatuador nas sessões de tatuador, observando todas as etapas do trabalho.

A desvantagem, nesse caso, é que o profissional já pode ter alguns vícios. Além do mais, ele irá mostrar as tatuagens em que é especializado. Há alguns tatuadores que são focados em traços finos, por exemplo, enquanto outros só fazem pontilhados. Assim, se o iniciante focar em aprender apenas com uma pessoa poderá ter o aprendizado limitado.

Escola

Atualmente, já existe escola de tatuagem em São Paulo e outras localidades para quem deseja se tornar tatuador. Esses cursos funcionam como profissionalizantes, pois ensinam na prática a atuar nesse segmento. A grande vantagem é poder aprender de maneira estruturada e com mais de um profissional.

Além de aspectos relacionamentos com o próprio desenho, nessas aulas, os alunos também obtêm conhecimentos para poder atuar na profissão. A única desvantagem desse tipo de formação é que ela ainda não está presente em todo o país.