A Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) comemora a proibição da utilização de gordura trans industrial em alimentos no Brasil, conforme anunciou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na terça-feira, 17.

De acordo com o presidente da entidade paulista, Dr. José Francisco Kerr Saraiva, é de conhecimento público que a substância colabora para o surgimento de problemas cardiovasculares, como os coronarianos, e o aumento do colesterol ruim (LDL) no sangue, favorecendo o entupimento das artérias.

Segundo a Anvisa, as indústrias e os serviços de alimentação serão os primeiros atingidos, com o estabelecimento de limites da gordura trans em alimentos em 2%. Em três anos, haverá o banimento total da substância. “Este é um grande passo para reduzir a mortalidade cardiovascular no Brasil”, afirma Dr. Saraiva.

Normalmente, as gorduras trans são utilizadas em biscoitos, bolos, massas instantâneas, sorvetes, chocolates e margarinas, dentre outros alimentos industrializados, além de frituras comercializadas em serviços de alimentação. A luta contra a substância é antiga, desde os anos 1990, explica Dr. Saraiva. “Mas, foi em 2004 que a Organização Mundial da Saúde (OMS) demonstrou com maior firmeza a preocupação com as gorduras trans. Desde então, publica recomendações e estratégias para reduzir seu consumo”.

As doenças cardiovasculares são as mais letais no Brasil e no mundo, matam cerca de 360 mil pessoas por ano no País, quase mil óbitos a cada dia. Além da alimentação errada, diversos outros fatores de risco precisam ser controlados, explica Dr. Saraiva: sedentarismo, tabagismo, taxas elevadas de colesterol, diabetes e redução do estresse. “Porém, aos poucos, a sociedade tem avançado nessa luta pela vida”.

Sobre a SOCESP
A Socesp – Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1976. Regional da Sociedade Brasileira de Cardiologia e Departamento de Cardiologia da Associação Paulista de Medicina, conta com cerca de 8 mil sócios. Os principais objetivos da Socesp são contribuir para a atualização dos cardiologistas do estado e difundir o conhecimento científico gerado pela própria Socesp aos profissionais da saúde que atuam na Cardiologia e para a população.