Método inovador promete ajudar com as estrias

Estrias nada mais são que lesões causadas na nossa pele quando as fibras elásticas sofrem um rompimento.
Especialista fala sobre o procedimento, cuidados e benefícios para quem sofre com esse problema
Especialista fala sobre o procedimento, cuidados e benefícios para quem sofre com esse problema

De acordo com a esteticista Ângela Coelho, elas podem surgir por diversos fatores, como o ganho e perda de peso, de massa muscular, gravidez, crescimento, genética, medicamentos, entre outros. Existem dois tipos de estrias: as avermelhadas, que romperam recentemente e estão no meio do processo inflamatório, e as brancas (nacaradas), que são estrias mais antigas, já cicatrizadas, que já não apresentam reação inflamatória.

Atualmente existe uma infinidade de tratamentos no combate ao problema, mas a novidade desenvolvida pela fisioterapeuta Bárbara Aguiar e aplicada por Ângela, promete ajudar a atenuar bastante os problemas com as estrias.

“A maior vantagem desse tratamento é que ele trata as estrias de maneira individual, uma a uma. É feita uma pequena lesão, para que após a regeneração tecidual a pele fique mais sadia, mais harmoniosa e com a cor mais natural”, explica a especialista.

O processo é manual e minucioso, e o tratamento vai variar de caso para caso. São feitas no mínimo três sessões. É indolor e utiliza compostos ativos cosméticos, no consultório e também em casa.

“É sempre bom lembrar que os resultados vão depender de cada pessoa, da pele, do nível das lesões. A primeira coisa a ser feita é uma avaliação, para depois adequar os procedimentos à pessoa”.

Para finalizar, Ângela lembra que não existem milagres, mas, sim, métodos eficazes aliados aos bons hábitos alimentares e a uma rotina de exercícios físicos, que fazem a diferença em todo o processo.

Ângela Maria Coelho é formada em estética e cosmética pela Faculdade Opet, é licenciada Patrícia Guimarães no método Renata Franca, em microagulhamento e peelings químicos.

Para mais informações sobre a profissional, acesse a página oficial no Facebook:
(https://www.facebook.com/AngelaCoelhoEstetica/ )
e Instagram:
(https://www.instagram.com/angelacoelhoestetica/?hl=pt-br ).

Publicidade:
Anterior 20% da população brasileira têm hérnia abdominal, saiba como evitar dor na quarentena
Próxima 50 anos sem Beatles: “Come Together” é a música mais tocada nos últimos cinco anos