Philco faz parceria com Costurando Sonhos e capacita mulheres durante a pandemia

Empresa doa ferros de passar roupas e máquinas de costura para moradoras da comunidade de Paraisópolis


 

Segundo o Ministério da Economia, há uma estimativa de que 150 mil brasileiros perderam seus empregos entre março, no início do isolamento social, e a primeira quinzena de abril em razão da crise causada pelo enfrentamento do Covid-19.

Como forma de amenizar esta estatística, a Philco, que tem como filosofia desenvolver produtos inovadores e soluções baseadas nas reais necessidades de seus consumidores, entra em ação com a ONG Costurando Sonhos Brasil para apoiar mulheres que também ficaram sem condições de trabalho. A marca doou ferros de passar roupas e máquinas de costura para que as associadas possam produzir máscaras faciais em tecido de casa, assim como outras peças de vestuário.

A Costurando Sonhos Brasil faz parte da Associação de Mulheres de Paraisópolis e, desde sua fundação em 2017, promove o empoderamento de mulheres em extrema vulnerabilidade, muitas vezes vítimas de violência doméstica, por meio do corte e costura. A certificação é feita através do SENAI, que montou uma sala de empreendedorismo dentro da comunidade, para que todas pudessem ter aulas e produzir suas peças. No entanto, devido a pandemia, o local foi interditado e muitas das associadas perderam sua única fonte de renda.

Para que estas mulheres consigam retomar seu trabalho da melhor forma, a Philco irá doou 50 máquinas de costura e 50 ferros de passar roupas para todas consigam produzir diretamente de suas casas. Ambos os produtos possuem recursos de última geração para confecções diversas. A máquina PMC338 é portátil e possui 33 tipos de pontos, incluindo overlock e zig zap. Já o Ferro Retrô tem base em cerâmica, aquecimento ultrarrápido e desamassa até tecidos mais resistentes.

O foco inicial é uma produção em massa de máscaras faciais de tecido, pois é a maior demanda do momento. Um vídeo instrutivo com o passo a passo da confecção também foi fornecido como forma de apoio. A entrega dos produtos foi diretamente na sede da Costurando Sonhos Brasil, na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, respeitando todas as regras de distanciamento e precauções necessárias, determinadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

** Créditos das imagens: Cleiby Trevisan

Sobre a Philco
A Philco tem uma história cheia de tradição, marcada pelo desenvolvimento e fabricação de produtos que conquistam os clientes por sua qualidade, durabilidade e eficiência. Além de oferecer soluções para todas as necessidades do seu dia a dia, a Philco tem na inovação e na criatividade algumas de suas principais características, por isso nunca para de surpreender. Seu portfólio conta com um mix repleto de produtos e linhas para cozinha, casa, climatização, refrigeração, cuidados pessoais, TVs, áudio, vídeo, informática e até mesmo ferramentas. A empresa tem hoje mais de 5 mil funcionários.

Sobre a Costurando Sonhos
A Costurando Sonhos Brasil começou como uma alternativa de luta no combate da violência doméstica que, infelizmente, não para de crescer na comunidade de Paraisópolis.
No início de 2017 foi lançado o projeto com o objetivo de capacitar, em corte e costura, mulheres em extrema vulnerabilidade social e algumas com histórico de violência doméstica. A certificação é feita pelo SENAI, que equipou e instalou uma sala de aula na comunidade e, no final do ano, foi lançada a marca “Costurando Sonhos Brasil”. Entre as peças produzidas estão ecobags feitas em juta, retalhos ou algodão cru. Todos os produtos carregam um valor agregado, que é a história de cada mulher. O objetivo final é contribuir para o empoderamento destas mulheres, através da geração de renda e independência financeira.

Publicidade:
Anterior Usina Guarani faz doação de açúcar para Santa Casa de Guaíra
Próxima Como a pandemia tem afetado o tratamento de pessoas com doenças neurológicas