Alimentação para idosos exige cuidado e sabores especiais

Confira as dicas

Aliar um cardápio ao mesmo tempo saudável e saboroso. Dessa forma, a nutricionista do Residencial Club Leger, Andressa Paixão pensa a alimentação diária dos idosos acolhidos na instituição, localizada em São Paulo. A rotina inclui a oferta de frutas, legumes, verduras e alimentos integrais ricos em fibras, como aveia e proteína.

– O cuidado nutricional pode auxiliar no controle da ansiedade dos idosos. É preciso ter uma atenção redobrada na alimentação e hidratação – afirma Andressa, incluindo a importância de chás, como de camomila, erva cidreira e de valeriana no cardápio.

Alimentos, como banana, salmão, sardinha, grão de bico e chocolate amargo (70% cacau) ajudam a formar uma base onde a saúde também inclui a apreciação de pratos saborosos e bem elaborados.

– São inúmeros os fatores que podem interferir na alimentação do idoso como dentição, deglutição, digestão, preferências e condições socioeconômicas, entre outros. É importante observar as condições clínicas do idoso e, diante disso, oferecer uma alimentação específica. No geral, devemos manter uma rotina de alimentação. E ter cuidado na adição de sal, açúcares e óleo nas preparações – afirma Andressa.

Publicidade:
Anterior Saiba como pode ocorrer a guarda compartilhada durante a quarentena
Próxima SAÚDE FEMININA NA QUARENTENA | O puerpério da humanidade para o nascimento de um novo mundo