Arqueologia, fotografia, movimento negro são alguns dos assuntos da série de encontros da Casa-Museu Ema Klabin

A programação virtual do museu ainda conta com exposições, oficinas, e a abertura do Festival Internacional de Música Judaica
Escavações do metrô de Tessaloniki(Grécia). Vestígios de uma necrópole do período helenístico. Foto: Greece Is

Você se interessa por arqueologia urbana, estudos de cidades antigas? Quer saber sobre a preservação de documentos da luta negra na cidade de São Paulo? Gosta de fotografia e já pensou como alguns profissionais desenvolveram parte de sua produção em situações de isolamento como a que estamos vivendo hoje com a pandemia? A Casa-Museu Ema Klabin preparou uma série de palestras e curso com grandes profissionais da área.

Só para que tenha ideia das feras que ministram esses encontros: A palestra “Arqueologia urbana no Brasil e no mundo” será ministrada por  Cintia Gama (ex conselheira científica do Museu do Louvre e integrante de três missões arqueológicas no Egito) e  Camila Diogo (coordenadora do Grupo de Pesquisas em Práticas Mortuárias no Mediterrâneo Antigo (TAPHOS-CNPq) e pesquisadora da École Française d’Athènes).

Já o encontro “Acervos do Movimento Negro em São Paulo” terá a participação de Fernanda do Anjos Casagrande (mestra em Ciência da Informação pela ECA/USP).   E o curso “Poéticas da restrição: Procedimentos e estratégias para produção de imagens em tempos de confinamento” traz Inês Bonduki (Arquiteta  FAU-USP, ex editora de fotografia da Revista São Paulo (2012-13), e fotógrafa colaboradora até 2017) e  Wladimir Fontes( Ex professor no bacharelado de fotografia do Senac, doutor e mestre em Artes Visuais pela ECA-USP).

Além disso, a Casa-Museu continua com uma rica programação cultural com o projeto #CasaMuseuEmCasa, com oficinas, exposições e muita música de qualidade. Haverá,  nas redes sociais do museu, apresentações de músicas inéditas de espetáculos apresentados no Programa Tardes Musicais em 2019, sempre acompanhado de curiosidades sobre as mesmas. E também apresentações de violonistas direto de suas residências, em parceria com o Violão e Ponto.

Além da  abertura virtual do 11º Kleztival – Festival Internacional de Música Judaica, no dia 17 de outubro, às 16h30.

Confira aqui a programação:

Palestra: Acervos do Movimento Negro em São Paulo (Fernanda dos Anjos Casagrande)

A palestra visa expor e difundir o processo da pesquisa de Fernanda dos Anjos Casagrande, na área de ciência da informação, que aborda a guarda e a preservação de documentos da luta negra em instituições de custódia na cidade de São Paulo. Serão discutidos três conjuntos documentais: a coleção Jornais Negros, localizada no Instituto de Estudos Brasileiros da USP; a coleção Imprensa Negra, presente no Arquivo Público do Estado de São Paulo; e o Fundo Clóvis Moura, sob a guarda do Centro de Documentação e Memória da Unesp.

Dia: 14/10/20, das 17h às 18h45 , gratuito, online pelo YouTube, link será enviado com 30 minutos de antecedência. Inscrição: https://emaklabin.org.br/palestras/acervos-do-movimento-negro-em-sao-paulo

Curso:  Poéticas da restrição: Procedimentos e estratégias para produção de imagens em tempos de confinamento (Inês Bonduki e Wladimir Fontes)

Em oito encontros virtuais, serão discutidas e trabalhadas algumas práticas, procedimentos e estratégias de produção, reflexão e compartilhamento de imagens no atual contexto de isolamento social. A proposta está em articular aulas expositivas nas quais serão apresentados trabalhos de autores que desenvolveram parte de sua produção em situações de confinamento, isolamento, cativeiro, internação, e outras condições similares.

Dias: 13, 20, 27 de outubro; 3, 10, 17, 24 de novembro e 1 de dezembro- das 19h às 21h – R$ 400,00, 15 vagas ,plataforma Zoom, inscrição: https://emaklabin.org.br/fotografia/oficina-fotografica-poetica-da-restricao

Palestra: Arqueologia urbana no Brasil e no mundo  (Cíntia Gama e Camila Diogo)

Nesta palestra as pesquisadoras tratarão de questões relacionadas a arqueologia urbana, métodos, técnicas, legislação e estudos de cidades antigas, para compreendermos a organização urbana no passado. Para explanar essas questões, serão abordados estudos de casos grego, egípcio e brasileiro. As pesquisadoras analisarão a organização das cidades e como a ocupação contínua, ou não, de um território influencia no desenvolvimento de uma malha urbana.

Dia: 26/10/2020, 17h, investimento: R$ 40,00(inteira), R$ 20,00 (meia), 95 vagas, Inscrição: https://emaklabin.org.br/

Tardes Musicais em Casa: Vídeos com músicas inéditas dos espetáculos Aos Homens (Linna Karo) e Duas Beiras, das barrancas do Rio São Francisco às margens do Rio Pinheiros (Anabel Andrés e Priscila Magella) –  Dias 1, 6, 13, 15, 20, 27 e 29  de outubro, 17 h

Apresentações exclusivas em parceria com Violão e Ponto

Abertura do 11º Kleztival – Festival Internacional de Música Judaica, dia 17 de outubro, às 16h30.

Acesse nossas redes sociais:

Instagram: @emaklabin

Facebook: https://www.facebook.com/fundacaoemaklabin

Twitter: https://twitter.com/emaklabin

Canal do YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC9FBIZFjSOlRviuz_Dy1i2w

Site: https://emaklabin.org.br/

Publicidade:
Anterior Exercício físico & tempo seco: educadora física e nutricionista dão dicas dos cuidados essenciais neste período
Próxima Cacau Show traz lançamento imperdível de Trufa Artesanal de Leite Condensado para o Festival de Trufas 2020