Pular para o conteúdo
Início » Guaíra: Cobertura vacinal ainda é baixa

Guaíra: Cobertura vacinal ainda é baixa

Com campanhas contra Gripe, Covid e Sarampo os índices de vacinação estão muito aquém das metas, apesar da constante divulgação e ações de incentivo como o Plantão de Vacina, sábado, dia 11

A cobertura vacinal em Guaíra está baixa, e o fato preocupa a Vigilância Epidemiológica, dito isso, porque o sarampo, que já foi considerado erradicado no Brasil, em setembro de 2016, porém, novos casos foram registrados no estado de São Paulo em 2019 e, é uma doença potencialmente perigosa para crianças.

Com cerca de 1.000 crianças vacinadas, o que não representa nem 50% do público alvo estimado, Guaíra está longe de atingir a meta contra o sarampo, que é de 95% de imunização dos pequenos de seis meses a 5 anos incompletos e os profissionais de saúde.

Para se ter uma ideia do cenário, no sábado, dia 11, véspera do Dia dos Namorados, a Diretoria de Saúde aproveitou o aumento da circulação de pessoas no centro comercial e montou um plantão de vacinas na esquina da rua 10 com avenida 11 e, só conseguiu vacinar 6 crianças contra o sarampo.

A campanha de vacina contra Influenza (gripe), deste ano, tem desempenho semelhante, sendo que no Plantão de Vacinas, apenas 31 pessoas tomaram as doses.

Destaque para os imunizantes da Covid, talvez pela ampla exposição em todos os segmentos da mídia ou por temor frente aos 668 mil óbitos no Brasil, está levando os cidadãos a procurar as doses contra o Coronavírus, e só no posto de vacinação especial, dia 11,  foram aplicadas 130 vacinas contra a Covid-19.

VEJA A PRÉVIA DE DOSES APLICADAS NA CAMPANHA INFLUENZA/SARAMPO ATÉ 09/06/22

Sarampo: crianças de 6 meses a menores que 5 anos – 982 (44,45%)

INFLUENZA

Trabalhadores de saúde- 740 (77,16%)
Idosos- 4.877 (73,1%)
Gestantes- 153(42%)
Crianças- 969 (43,8%)
Puérperas- 17 (28,3%)
Educação- 331 (73%)
Comorbidades- 755(34%)
Caminhoneiros/Motoristas- 15
Forças de Salvamento- 11
Pessoas com deficiência- 07

A meta é vacinar 90% de cada um dos grupos prioritários contra Influenza