Pular para o conteúdo

Senac Barretos

Não vire meme: Veja dicas para evitar atrasos e não perder o primeiro dia do Enem 2022

Tecnologia pode ajudar candidatos paulistanos a evitarem imprevistos e não chegarem atrasados nos dias de prova

Será realizado, neste domingo (13), o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022. Nas últimas edições do Enem, viralizaram nas redes sociais imagens de candidatos correndo para entrar nos locais de prova antes do fechamento dos portões. Por mais que seja algo engraçado para alguns, o atraso custa caro para outros.

“Para a maioria dos inscritos, o exame é uma das possibilidades ⎼ se não a única ⎼ para ingressar nas universidades públicas e privadas, e assim conseguirem grandes chances profissionais no futuro. Portanto, é muito importante se atentar a todas orientações, como os horários de prova, para não perder a oportunidade”, afirma Felipe Stanquevisch, CEO da Civi, aplicativo gratuito que ajuda moradores de São Paulo a evitar riscos e transtornos na região metropolitana. O app notifica sobre ocorrências perigosas no entorno dos usuários, em parceria com a Polícia Militar e a Defesa Civil.

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), cerca de 3,4 milhões de pessoas estão inscritas para a prova, a maioria do estado de São Paulo. Só na capital paulista, 507.214 estudantes devem realizar o exame impresso e 19.883 optaram pela versão digital.

Para Stanquevisch, a questão mobilidade até o local da prova é um ponto de atenção para os candidatos paulistanos, já que o trânsito de São Paulo é um dos mais movimentados do mundo. Além disso, a cidade tem um grande número de ocorrências relacionadas a acidentes, assaltos, alagamentos, entre outros possíveis imprevistos. Pensando nisso, ele aponta dicas para evitar atrasos e não perder o primeiro dia do exame. Confira:

Atente-se aos horários do exame: No primeiro dia, os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h. As provas vão das 13h30 às 19h, tudo no horário de Brasília. “O ideal é acordar cedo, se preparar para sair o quanto antes e chegar com pelo menos 30 minutos de antecedência, para se dirigir à sala tranquilamente e se concentrar antes do início da prova”, aconselha o CEO da Civi.

Separe os documentos no dia anterior: Para que não se esqueça de nenhum documento importante, separe-os um dia antes. De acordo com as normas do Enem, é obrigatório levar o RG ou outro documento oficial com foto. Documentos digitais, como e-Título, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Digital e RG Digital também são válidos, desde que sejam apresentados pelo aplicativo oficial; prints de tela não serão aceitos. Os candidatos também devem levar álcool em gel, máscara de proteção facial, caneta esferográfica preta fabricada em material transparente, o cartão de confirmação de inscrição e água em garrafa transparente sem rótulo. Se quiserem, os inscritos podem levar lanches.

Confira com antecedência o local da prova: O endereço no qual será realizada a prova consta no cartão de inscrição do candidato ou no site do Inep (Link). “Conferir o local e endereço da prova com antecedência é a melhor forma de evitar atrasos. Com planejamento, dá para traçar o melhor trajeto e ver quais são as opções mais acessíveis de transporte, podendo calcular o tempo necessário para chegar com calma no dia da prova”, comenta Felipe.

Aplicativos como o da Civi podem ajudar: Já de olho na mobilidade da capital neste domingo, a Civi se prepara para alertar os usuários sobre ocorrências. A plataforma gratuita de segurança, que tem por objetivo avisar os paulistanos em tempo real sobre os principais acontecimentos em seu entorno, irá alertar sobre o trânsito, acidentes, manifestações, entre outros eventos que possam atrapalhar a locomoção na cidade. “As informações, em tempo real, permitem que o candidato evite vias com problemas e escolha alternativas de rota para chegar sem nenhum problema no local”, explica Stanquevisch.

O app gratuito de segurança atinge cerca de 20 mil registros por mês e já tem 135 mil usuários cadastrados. Para utilizar, é só baixar o aplicativo no smartphone e fazer o cadastro.
Sobre a Civi

A Civi foi criada em 2020 pela americana Carla Vass, uma das fundadoras do UberEats. A empresa tem como premissa aplicar o sistema colaborativo com foco em segurança junto a associações de bairro e órgãos como a Polícia Civil e a Defesa Civil, parceiros fundamentais para o andamento e resolução das ocorrências e eventos levantados pela equipe da Civi e pelos usuários. A experiência proporcionada pelo app coloca a empresa como uma das referências do segmento hoje no Brasil e com grande visibilidade junto aos investidores.