A Pior Banda do Mundo se apresenta em Guaíra

O espetáculo do grupo teatral paulistano Cia. dos Outros, a Pior Banda do Mundo é uma atração do Circuito Cultural Paulista que se apresenta na Casa de Cultura Professor João Augusto de Mello na sexta feira, dia 28, a partir das 20h00. A entrada é gratuita.

circuito cultura marçoO espetáculo do grupo teatral paulistano Cia. dos Outros, a Pior Banda do Mundo é uma atração do Circuito Cultural Paulista que se apresenta na Casa de Cultura Professor João Augusto de Mello na sexta feira, dia 28, a partir das 20h00.  A entrada é gratuita.

O trabalho estreou em 2012 e desde então já se apresentou em diversas cidades e festivais.

O enredo conta a história de uma banda que ensaia regularmente há uma década sem ter feito sequer uma apresentação. Eles não têm muito talento e possuem ocupações usuais: um arquivista, uma conferencista de pequenos objetos de escritório, um gerente de segurança de um supermercado, um escoteiro cansado e uma datilógrafa que fala uma língua incompreensível. No entanto finalmente são chamados para fazer um show.

Então começa aí a história da Pior Banda do Mundo um espetáculo com dramaturgia de Carolina Bianchi,  direção de Carolina Bianchi e João Otávio (falecido no final de 2012) e atuação de Amanda Lyra, Clayton Mariano, Tomás Decina, Pedro Cameron e Carolina Bianchi.

A encenação confronta as dificuldades dos atores em lidar com complexos instrumentos musicais e histórias ficcionais e inacreditáveis de seus personagens. O texto do espetáculo baseia-se no linguajar rebuscado e específico, característico das histórias em quadrinhos de José Carlos Fernandes e também das temáticas abordadas, dando o tom para a narrativa da peça, que não se define em tempo e espaço, dia e ano. Imagens do presente se misturam a pequenas faíscas de um passado não muito distante, revelando turvas possibilidades de uma glória que se sabe que ficou para trás e afunda as personagens em um cotidiano ordinário. O público acompanha um pouco da rotina dessa banda dotada de poucos talentos, sem glamour e com suas dificuldades de lidarem com o mundo que os cerca, além, claro, da sua paixão incondicional pela música.

“Na encenação relacionamos essa tensão do iminente fracasso público dessa banda, formada por atores que tem de se virar para tocar instrumentos nunca antes praticados por nenhum deles, e de como isso acaba reverberando na construção do espetáculo: cenas que parecem sem continuidade, tempos esgarçados, músicas incompletas e transições distorcidas revelam a dificuldade dos atores de se resolverem musicalmente. Na junção da exposição real dos atores lidando com os instrumentos e a exposição de fragmentos da vida dessas personagens, nada populares, indica que estamos falando da gente mesmo. Das nossas ânsias e pavores”, explica Carolina Bianchi.

O João Otávio define que “‘A pior banda do mundo’ é um espetáculo em risco eminente, com um acabamento propositalmente duvidoso, que coloca em questão os desejos não realizados, as memórias de pequenas glórias, o questionamento de talentos – o que se gostaria de ser e o que se é”.

Publicidade:
Anterior Agência Rafael Martins realiza evento 'Chora Viola' em Guaíra
Próxima SOGUBE 50 ANOS - Sociedade Guairense de Beneficência