Guaíra é uma das 6 cidades da região contempladas com o Circuito Sesc de artes

Na região de Ribeirão somente Barretos, Sertãozinho, Guaíra, Jaboticabal, Franca e Morro Agudo receberão ações do circuito

O_Pintor_Cia.Barracao-3-Crédito_NeanderHeringerNa região de Ribeirão somente Barretos, Sertãozinho, Guaíra, Jaboticabal, Franca e Morro Agudo receberão ações do circuito

No dia 26 de abril, num sábado, das 17h às 22h a praça São Sebastião recebe uma verdadeira maratona de artes. É edição 2014 do Circuito Sesc de Artes. O cronograma cultural recheado que tem como subtítulo ‘Conectando lugares, circulando ideias’, levará para 102 cidades do interior, litoral e Grande São Paulo uma programação gratuita, reunindo espetáculos e intervenções artísticas.

Na Região de Ribeirão Preto, apenas Guaíra e outras cinco cidades: Barretos, Sertãozinho, Jaboticabal, Franca e Morro Agudo recebem intervenções do circuito. Voltada para todas as idades, as apresentações, distribuídas em 12 roteiros diferentes, ocorrerão em espaços públicos das cidades. Além da ocupação dos espaços públicos com apresentações e atividades em diversas linguagens artísticas, o projeto também desenvolverá programação online com conteúdos exclusivos do município.

Nesta edição, a ação do projeto, que tem o intuito de enfatizar o encontro e a troca simbólica entre às pessoas, se intensificou por meio da plataforma online. Além das programações que acontecerão as sextas, sábados e domingos, o Circuito Sesc de Artes também acontecerá na plataforma online com conteúdos exclusivos publicados diariamente que possibilitarão que o público interaja com fotos e comentários.

A proposta do Circuito Sesc de Artes é intervir positivamente no cotidiano de cidades do interior e democratizar o acesso à cultura por meio de trabalhos de qualidade em diversos segmentos artísticos. A programação ocorre, prioritariamente, em municípios onde o Sesc não está instalado com suas unidades operacionais, ocupando ruas e praças, fato que reforça a ideia do espaço público ser um local de convivência e de encontro.

Maratona de atrações
Guaíra recebe diversas ações culturais como: a dança do espetáculo ‘Cardápio de Dança’, apresentada pela Liga da Dança Dura (SP); intervenção teatral com a Cia. Mala Caixeta de Teatro Surpresa (SP) e o espetáculo ‘Pequeno Grande Teatro’; cinema com o filme ‘Brinquedos Óticos’ produzido e apresentado pelo Coletivo Unsquepensa (SP); espetáculo circense, ‘O Pintor’ com a Cia. Barracão Teatro (SP); teatro ‘O Romance do Vaqueiro Benedito’ com a Cia Mamulengo Presepada (DF) e show musical com Karina Buhr (PE) cantando Secos & Molhados. Sinopses

Cardápio de Dança – O espetáculo apresenta um restaurante de improvisação de dança. Os dançarinos oferecem as opções através de um cardápio escrito numa lousa, com diferentes ingredientes – uma memória, uma frase, um espaço… – e modos de preparo – à sauté, à doré, à poché ou frito. O público escolhe a combinação do prato e como quer que ele seja feito. E assim, o trio improvisa a partir das sensações que as palavras despertam e das qualidades de movimento escolhidas. Idealização: Fabiana Bueno de Castro, Evandro Gonçalves e Larissa Pretti / Com: Evandro Gonçalves, Larissa Pretti e Tatiana Cotrim / Concepção de Figurino: Fabiana Bueno de Castro e Juliana Nunes 60 min.

Pequeno Grande Teatro – Em três caixas, são apresentadas peças de teatro em miniatura inspiradas livremente em clássicos da literatura mundial. Um espectador por vez pode ver as peças Os Lusos – história de um navio que parte rumo às Índias e, no percurso, enfrenta monstros marinhos e outros perigos até chegar à cidade de Calicute; A Selva – em que o índio Peri luta com onças bravas e perigosos bandeirantes e, em meio a vários desafios, encontra finalmente a jovem e bela Ceci; e O Seco – que mostra uma família do sertão partindo em busca de uma vida melhor na cidade grande. Direção: P. H. Alves / Com: Verônica Giordano. Elvira Cardeal e Rosana Borges Brinquedos Óticos – No século XIX, duas máquinas contribuíram para a criação do cinema: o zootrópio e o fenacistoscópio. Na intervenção, os artistas vestidos como personagens da época, apresentam a funcionalidade destes aparelhos, recriados pelo próprio grupo, para demonstrar seus efeitos óticos. Direção: Nanda Ribeiro e Mazzon Gil / Atores-artistas: Fernanda Ribeiro e Carlitos Tostes / Projeto dos brinquedos ópticos: Mazzon Gil / Figurino: Melissa Peixoto de Vargas

O Pintor – O palhaço Zabobrim é incumbido de uma difícil e estranha tarefa: pintar uma nova bandeira para o seu país. Mesmo sendo um profissional empenhado que sempre cumpre sua tarefa, Zabobrim entra num conflito interno. Ele reflete que sua tarefa não é tão simples quanto parece e seu trabalho se revela mais complicado que um duelo à mão armada. Este é o seu conflito. Um palhaço e sua missão, a bandeira e o público. Aí está a moldura para pintar o sete! Direção, criação e atuação: Esio Magalhães 60 min.

O Romance do Vaqueiro Benedito – O espetáculo narra as aventuras de um vaqueiro apaixonado. No sertão nordestino, acompanhado do boi Estrela, Benedito leva a esposa, prestes a dar à luz, para o hospital. Mas quando seu sogro, o Capitão João Redondo, descobre sobre a gravidez da filha, manda uma cobra para assustá-los e a serpente acaba engolindo a família do boiadeiro. Para resgatar os parentes, o personagem conta com a ajuda da plateia ao som de violino e percussão ao vivo. Com: Chico Simões / Músicos: Flávia Felipe Inácio, Cristiane Brandão Peres, Joaley Almeida Lemos. 50 min.

Karina Buhr cantando Secos & Molhados – A cantora, compositora, percussionista e atriz baiana faz uma homenagem ao álbum Secos & Molhados, que leva o nome do famoso grupo criado nos anos 70 por Ney Matogrosso, Gérson Conrad e João Ricardo. No show, ela interpreta as 13 músicas presentes no vinil lançado em 1973, considerado um dos álbuns mais marcantes da história da música brasileira. Entre as canções, destacam-se os clássicos: Sangue Latino, O Vira e Rosa de Hiroshima Com: Karina Buhr (voz), Mau (baixo), Guizado (trompete), Caetano Malta (violão), Davi Bernardo (guitarra) e Samuel Fraga (bateria) 70 min.

PARTICIPE, É GRATUITO – Apoio Prefeitura do Município de Guaíra e Coordenadoria de Cultura

Publicidade:
Anterior Guaíra perde para Serra Azul e está fora da Taça EPTV de Futsal
Próxima Mais um homicídio em Guaíra aconteceu na última sexta-feira