Seca faz Lago Maracá baixar nível e modifica paisagem do parque 

Previsão do tempo descarta chuva em Guaíra nos próximos 15 dias. Expectativa é que situação do lago Maracá piore assim como o Ribeirão do Jardim que abastece a Estação de Tratamento
20140626_091951
Imagem mostra realidade do Lago Maracá: seca faz espelho de água baixar nível
Previsão do tempo descarta chuva em Guaíra nos próximos 15 dias. Expectativa é que situação do lago Maracá piore assim como o Ribeirão do Jardim que abastece a Estação de Tratamento .

Guaíra vive uma das piores secas dos últimos tempos. O longo período de chuva no município tem afetadado o abastecimento de água, bem como modificando a paisagem do mais importane cartão postal da cidade, o Parque Ecológico Maracá.

Na manhã de ontem, 24, a reportagem constatou que o nível do Lago Maracá está entre os mais baixos dos últimos anos, conforme comprova a foto desta matéria. Além disto, a seca, modificou a paisagem, que já não é mais tão verde como em períodos mais úmidos.

A prefeitura municipal realizou recentemente serviço de drenagem na lagoa paralela ao Lago Maracá, que é responsável por receber boa parte das águas pluviais que são despejadas  no canal da avenida José Flores.

As obras – mesmo que necessárias – ainda não foram suficientes para modificar a situação do lago Maracá, que permanece baixando o seu nível de água. E, se depender da previsão do tempo, não deverá ser modificada, uma vez que segundo o site Climatempo, nos proximos 15 dias não existe probabilidade de chuva no município de Guaíra.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA 
Além desta realidade vivida pelo Parque Ecológio Maracá, o município também vem sofrendo com problemas no abastecimento de água. O Ribeirão do Jardim, principal fontee abastecimetno de água do município, através da Estaçãod e Tratamento de Água (ETA), está também com nível baixo, sendo que foi necessária manutenção em seu leito para melhorar a captação de água.

Atualmente o abastecimento de água de Guaíra é realizada pela captação de água do Ribeirão do Jardim e dois poços artesianos (avenida 5 com a rua 26 e no bairor Tonico Garcia) que a população guairense comece a economizar água, antes que o Departamento de Esgoto e Água de  Guaíra (DEÁGUA) comece a fazer racionamento no município.
A expectativa é que o DEÁGUA realize uma campanha de conscientização da população sobre a necessidade de economizar água.
Publicidade:
Anterior Jornal O GUAÍRA - Edição de 25/junho/2014
Próxima Professora de Guaíra e filho são presos acusados de tráfico de drogas