GCM fiscaliza cães que circulam sem guia, coleira e focinheira

De acordo com determinação da Lei Complementar Municipal nº 1.726, de dezembro de 1996, que criou o Centro de Controle de Zoonoses os cães, para circular pela cidade devem usar guia, coleira, focinheira, conduzidos por pessoas com força suficiente para controlar os movimentos do animal

guia focinheiraDe acordo com determinação da Lei Complementar Municipal nº 1.726, de dezembro de 1996, que criou o Centro de Controle de Zoonoses os cães, para circular pela cidade devem usar guia, coleira, focinheira, conduzidos por pessoas com força suficiente para controlar os movimentos do animal.

A primeira sessão do código, que compreende a apreensão de animais, sendo que em seu artigo 10º, versa: É proibido o passeio de cães nas ruas e logradouros públicos, exceto com uso adequado de coleira e guia, sendo conduzidos por pessoas com idade e força suficiente para controlar os movimentos do animal.  

O comandante da GCM, Reginaldo Isaias informa que a priori a responsabilidade será do Setor de Zoonoses, mas a Guarda já está esperando as determinações para auxílio nas ocorrências.

“A princípio será de responsabilidade do Setor de Zoonoses que irá em breve promover uma campanha de mobilização e orientação em toda cidade. Com isso, faço um comunicado a todos os proprietários de cães para que façam uso em seu animal de coleira, guias e focinheiras”, enfatizou Izaias. 

Publicidade:
Anterior 2ª rodada do Campeonato de Futebol Amador tem média de três gols por partida
Próxima Jornal O GUAÍRA - Edição de 03/setembro/2014 (quarta-feira)