Deagua avalia condições de rede de água


rede agua sondagem (9)

Há um tempo o Deagua já faz uso de produtos que impedem a oxidação da água, quando passa pela tubulação antiga de ferro fundido. A população notava este fenômeno pelo escurecimento da água quando o abastecimento era retomado depois de interrupções. Com adição de fosfatos à rede este problema foi sanado.

O elemento químico não que prejudica a saúde humana, aliás, está presente em níveis muito mais altos em alimentos como o queijo, diminui também a formação e crostas nas paredes internas dos dutos de metal.

Na quarta feira, dia 29, a Tecniagua – Soluções em Tratamento de Água empresa que fornece o aditivo disponibilizou para o Deagua uma sondagem de avaliação da rede. Uma equipe da empresa com uma câmera específica gravou imagens de dutos de ferro fundido no centro da cidade com o objetivo de avaliar o volume de incrustação. Se for muito alto é necessário aumentar a dosagem do fosfato para limpar a rede, porque o acúmulo excessivo de material pode comprometer a qualidade de água.

Ao final do monitoramento a Tecniagua deverá fornecer um relatório para a responsável pelo controle de qualidade da água do Deagua, Adriana Martins Peres Borba que avaliará se há a necessidade ou não da limpeza.

IMPRESCINDÍVEL

O monitoramento, que a empresa faz, sem custos para o Deagua, é imprescindível, e por isso equipe do SAEE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto – de Barretos acompanharam a avaliação, com vistas a implantar na cidade vizinha o mesmo procedimento adotado pelo Deagua.

A responsável pelo controle de qualidade da água do SAEE-Barretos, Denise Maria Ramiro da Silva acompanhada do engenheiro, Giovanni Saraceni, do diretor de saneamento, Ewerton Aparecido de Almeida e a estagiária, Paula Mendonça Capucho acompanharam todas as ações de perto, sempre fazendo muitos questionamentos sobre os procedimentos ao consultor da Tecniagua, José Costa Tedesco Jr.

“O Deagua tem que zelar pela qualidade da água que fornece a população de Guaíra. É obrigação da autarquia fazer todos os testes e avaliações que garantam uma água saudável e em quantidade para os guairenses. Aproveitando para agradecer ao povo de Guaíra que entendeu a situação de seca severa que passamos, e na sua maioria esmagadora, não desperdiçou água”, realçou o diretor do Deagua, José Getúlio de Oliveira.

Publicidade:
Anterior Projeto “Som na Caixa” do  North Shopping Barretos apresenta André Machado
Próxima Acidente com ônibus de rurais da Usina Guaíra tem 13 feridos