Secretaria de Saúde promove Dia do combate á Diabetes


dia diabetes

O dia 14 de novembro é marcado por ser o Dia Nacional do Combate a Diabetes, uma doença muitas vezes silenciosa, que já atingiu aproximadamente 10 milhões de brasileiros.

Com vistas à data nacional de enfrentamento a Diabetes, no dia 14 de novembro, a Secretaria de Saúde do Município estará promovendo o Dia D, no Ambulatório de Especialidades, ao lado da Santa Casa de Guaíra.

Uma mobilização das 7h as 11lh quando equipes da saúde municipal vão fazer orientações quanto a saúde do diabético, seus hábitos de vida e também testes de glicometria e aferição e peso. Ações que visam a sensibilização da população para a detecção e controle da doença. Quando os participantes, diabéticos ou não poderão participar, conferindo o nível de glicemia e detectando se é necessário encaminhamento para o tratamento médico, para aqueles que já adquiriam a patologia e ainda não sabem.

A Diabetes é a incapacidade do pâncreas em produzir a quantidade de insulina necessária, e consequentemente, causa um aumento anormal do açúcar ou da glicose no sangue.

A doença pode causar algumas complicações severas como amputação de membros, cegueira definitiva e muitos outros distúrbios à saúde.

Entretanto, nunca e tarde demais para descobrir e tratar a doença. Existem métodos preventivos às complicações: hábitos de vida, controle de peso, dieta alimentar balanceada, atividade física regular e ter controle periódico médico para controlar os níveis glicêmicos .

TIPOS DE DIABETES E COMO CUIDAR

Tipo 1: Mais frequente em crianças e adolescentes que desenvolvem anticorpos contra o próprio pâncreas.

Tratamento: insulina injetável

Tipo 2: Mais frequente em obesos, idosos e em pessoas com genética favorável. Indivíduos com histórico familiar precisam de uma atenção ainda maior.

Tratamento: Hipoglicemiantes orais, em comprimidos e injetáveis.

fonte: Depto. de Comunicação da Prefeitura de Guaíra

Publicidade:
Anterior Guaíra está entrando no Sistema Urubu
Próxima Beneficiários de programas sociais tem que fazer recadastramento