Sérgio começa a ouvir sociedade na formulação do plano diretor do Parque Maracá


plano parque (2)

Desde o início do mandato o prefeito, Sérgio de Mello vem promovendo gestões e obras para o resgate do projeto original do paisagista Roberto Burle Marx no parque Maracá. Fez da crise hídrica um momento de avançar no plano com custos reduzidos, com o desassoreamento e construção de mais uma ilha e três ilhotas, previstas na planta desenhada na primeira metade da década de 1980. Com o lago seco as máquinas puderam trabalhar em ritmo acelerado.

No intento de recuperar a planta e o uso correto do Maracá, para o final da tarde da quinta-feira, dia 15, nas imediações da escultura da Tomie Ohtake o prefeito, Sérgio de Mello convidou funcionários do Executivo de setores afetos ao parque, assim como pessoas da sociedade civil que demonstram interesse na manutenção e melhoria do maior patrimônio ecológico, para um debate aberto do anteprojeto Plano Diretor do próprio público.

O intento é criar diretrizes que norteiem as intervenções no horto evitando que seu plano paisagístico seja desvirtuado. Neste processo o prefeito quer ouvir pessoas que trabalham no espaço público, assim como associações de classe e munícipes.

Outro projeto correlato está na ponta da agulha. São R$ 300 mil de uma emenda encaminhada pelo deputado Dr. Ubiali será utilizada para iluminação, lixeiras, pavimentação de passagens e outras benfeitorias.

O projeto já recebeu o aval do Ministério do Turismo. A nova iluminação vai favorecer os frequentadores com maior segurança durante à noite. Contemplará uma parte do espaço pública que atualmente é muito escura. Ressaltando que estas obras estão dentro do esboço concebido nos anos 80.

Recentemente visando disciplinar o trânsito no parque, o prefeito, Sérgio determinou que fosse intensificada a fiscalização para impedir que veículos adentrem ao espaço. O tráfego de carros provoca danos às estruturas paisagísticas e risco para os usuários.

Na plenária devem participar o servidor de carreira, André Luiz de Oliveira (Zanga) que recentemente recebeu a atribuição da manutenção do parque, o chefe do Meio Ambiente Alaor Borges Pinheiro Neto, a diretora de Serviços Urbanos, Patrícia Paulino Gonçalves Amaro, o vice-prefeito, e responsável pela Zeladoria, Denir Ferreira dos Santos, o chefe de Parques e Jardins, Givanildo Placedino de Carvalho, o secretário de Obras, Said Abou Hammine Filho, o coordenador de Cultura, Pitt Dias, diretor de Esportes e Lazer, Alessandro Camilo, diretor Comunicação Alex Quéli Tomé e o 1º suplente de vereador da coligação PT/PSB, Sebastião Vancim Filho que durante seu exercício como parlamentar protocolou a indicação para a criação do plano diretor do parque.

O local e o horário da plenária foram estrategicamente escolhidos para facilitar a participação do amantes do parque. O final de tarde é o horário em que há maior visitação no parque. São praticantes de esportes, pescadores e jovens que buscam o lazer.

A reunião é aberta ao público e todos estão convidados, começa às 18h30 de quinta-feira, dia 15, nas proximidades escultura da Tomie Ohtake.

Publicidade:
Anterior O velho lema “Paz e Amor” está de volta no Tributo aos 45 anos de Woodstock
Próxima MAIS UM TRISTE CASO DE PEDOFILIA EM GUAÍRA: POLÍCIA PRENDE HOMEM QUE, HÁ DOIS ANOS, ABUSAVA DA FILHA DE 13 ANOS