Pesquisa de taxas de juros realizada pelo Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em 3 de novembro, aponta que, das seis instituições financeiras que fazem parte da amostra, uma elevou e outra reduziu a taxa do empréstimo pessoal e,todos os bancos pesquisados mantiveram a do cheque especial. Neste mês, o Banco HSBC foi retirado da amostra em função do processo de incorporação ao Banco Bradesco.

Cheque Especial a taxa média dos bancos pesquisados foi de 13,56% a.m., inferior ao mês anterior que foi de 13,72% a.m., representando uma queda de 0,16 ponto percentual.

Todas as instituições que fizeram parte da coleta mantiveram suas taxas nesta modalidade, a alteração da média ocorreu devido à retirada do Banco HSBC da pesquisa.

Empréstimo Pessoal a taxa média dos bancos pesquisados foi de 6,51% a.m., inferior a do mês de outubro que foi de 7,05% a.m., representando queda de 0,54 ponto percentual.

As modificações nas taxas de empréstimo pessoal foram promovidas pelo Banco do Brasil, que alterou de 7,40% para 5,85% a.m., o que significa uma variação negativa de 20,95% em relação à taxa de outubro de 2016 e, pela Caixa Econômica Federal, que alterou de 5,50% para 5,70% a.m., o que significa uma variação positiva de 3,64% em relação à taxa de outubro/16.

Os demais bancos mantiveram suas taxas.

Bancos

empréstimo pessoal

cheque especial

Banco do Brasil

5,85%

13,04%

Bradesco

6,67%

13,55%

Caixa Econômica Federal

5,70%

13,55%

Itaú

6,43%

13,14%

Safra

5,90%

12,60%

Santander

8,49%

15,49%

Confira a pesquisa completa aqui.

Apesar da queda apresentada neste mês, as taxas de juros continuam altas. Desta forma, antes de ceder aos apelos de consumo, que já começam a surgir com as ofertas que antecedem o Natal, os especialistas da Fundação Procon-SP orientam para que o consumidor analise as diversas alternativas de crédito, priorizando a liquidação de suas dívidas, especialmente nesta época do ano em que as instituições credoras costumam abrir possibilidades de negociação. Neste momento, o empréstimo só é recomendável se for para quitar outros empréstimos/financiamentos cujas taxas sejam maiores

Fundação Procon-SP

Assessoria de Comunicação

Novo e-mail: imprensa@procon.sp.gov.br

(11) 3824-7276 / 7277 / 7168 / 7278 / 6967 / 7279 / 9 8660-2703