MITOS E VERDADES DA INFECÇÃO URINÁRIA

Alguns sintomas evidentes ajudam na detecção do problema.

Ir à praia ou à piscina e ficar longos períodos com a roupa de banho molhada não aumenta as chances de desenvolver infecção urinária.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não há ligação entre este hábito e a doença, como afirma o urologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Fernando Almeida.

O problema, no entanto, está diretamente relacionado à baixa imunidade. Esse fator favorece a ação da bactéria, que entra pelo canal da uretra e chega até a bexiga. Segundo o médico, a infecção é mais comum entre mulheres de 20 a 50 anos.

Sem prevenção direta, é possível diminuir os riscos de ter a doença mantendo a saúde em dia. “Quem está saudável e com a acidez normal da vagina fica menos suscetível a desenvolver a infecção”, reforça.

Entre os cuidados essenciais da saúde está a ingestão de água, principalmente neste período de altas temperaturas. Adotando esta prática, de acordo com Almeida, aumentam as chances de expelir a bactéria pela urina.

O controle da hidratação do organismo pode ser feito a partir da observação da cor do líquido eliminado. “A urina deve estar clara, não necessariamente transparente. Caso esteja escura, é sinal que está sendo ingerida pouca água, e, portanto, dificultando a saída da bactéria”, explica o urologista.

Alguns sintomas evidentes ajudam na detecção do problema. “Dor, ardência, aumento da frequência de idas ao banheiro e sangue são sinais de uma possível infecção urinária”, finaliza Almeida.

COMPLEXO HOSPITALAR EDMUNDO VASCONCELOS

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.000 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de Acreditação Hospitalar Nível 3 – Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o primeiro lugar no Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar Saúde – Hospitais, conquistado em 2017.

Rua Borges Lagoa, 1.450 – Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo.
Tel. (11) 5080-4000
Site: www.hpev.com.br
Facebook: www.facebook.com/ComplexoHospitalarEV
Twitter: www.twitter.com/Hospital_EV
YouTube: www.youtube.com/user/HospitalEV

Publicidade:
Anterior HÁBITOS SAUDÁVEIS PODEM AJUDAR NO COMBATE AO CÂNCER
Próxima PETS TAMBÉM SOFREM COM DOENÇAS UTERINAS ENDOMETRIOSE E OS SINTOMAS NÃO SÃO FÁCEIS DE SEREM IDENTIFICADOS