Aproveitar a empolgação do novo ano para colocar em prática projetos há muito desejados é ótimo, mas muitas vezes esses objetivos são esquecidos no meio do caminho, e até o carnaval já se perderam totalmente de vista. “Um erro comum é desejar para o novo ano o que a gente deseja para a vida. São apenas 365 dias”, lembra Heloísa Capelas, especialista em inteligência emocional e diretora do Centro Hoffman.

Para Heloísa, o planejamento para o novo ano deve ser feito com uma visão semelhante à dos planejamentos empresariais. “Devemos avaliar aonde desejamos chegar, aonde estamos e o que podemos fazer em 2019 para nos aproximarmos desse objetivo”, afirma. Ela explica que quanto mais específicas e possíveis de serem mensuradas, melhores serão as metas.

“Mudar um hábito é um exercício diário. Leva-se de três a quatro meses para ensinar o cérebro de que estamos fazendo algo de diferente. Então não dá para desistir antes disso. Você só terá um 2019 diferente do que foi 2018 caso se dedique, com força e afinco, às mudanças de comportamento desejadas”, recomenda Heloísa.

Veja algumas dicas para não desviar o foco das metas que mais desejamos alcançar em 2019

Aprender inglês – Cada vez mais necessário para uma boa colocação no mercado de trabalho, o inglês hoje em dia é importante até para o lazer e entretenimento. Para quem tem essa meta, a constância é essencial. Eduardo Marani, CEO da rede de escolas de inglês United Idiomas, recomenda estudar um pouco por dia, mesmo que de maneira informal, ouvindo músicas ou assistindo a séries em inglês. “Diversificar as fontes de estudo, para não ficar cansativo, e não ter vergonha de colocar em prática o que foi estudado são ações que ajudam o aluno a ver que está progredindo e, assim, ficar mais motivado”, afirma.

Emagrecer – O clima de festas, a chegada do verão, tudo isso é motivo para muita gente se olhar no espelho e decidir eliminar alguns quilinhos no próximo ano. A meta, no entanto, pode parecer muito difícil e assustadora, e ser esquecida no primeiro fim de semana de janeiro. “Para evitar isso, comece com pequenos desafios, como comer a cada três horas para ajudar no metabolismo do corpo, buscar o prazer em ter uma alimentação mais saudável e beber mais água”, sugere Edson Ramuth, médico fundador da Emagrecentro e membro da sociedade brasileira de nutrologia. Além disso, ele sugere incluir nas refeições diárias aveia, soja, castanha de caju, entre outras fibras que proporcionam saciedade.

Passar em um concurso público – Para quem ainda não conseguiu passar no tão sonhado concurso público, Renato Saraiva, fundador do CERS, maior rede preparatória para concursos públicos, OAB e carreiras jurídicas, tem algumas dicas. Uma das mais importantes é manter o foco, o que significa condicionar a mente a se dedicar aos estudos. A quantidade de horas dependerá do nível de complexidade da prova, que varia de um concurso para outro, além do próprio nível de conhecimento do candidato. E não se esqueça, para iniciar o ritual de estudos, procure um lugar fixo e crie uma rotina. Entretanto, não tente estudar pesado logo de início, comece estudando a partir de pequenas cargas horárias e vá aumentando gradativamente as horas.

Conquistar o primeiro emprego – Para quem está ingressando no mercado de trabalho em 2019, as palavras-chave são qualificação e persistência. “Início do ano é um período estratégico para conseguir uma colocação, mesmo que seja uma vaga temporária, se o profissional for qualificado e apresentar um bom desempenho, as chances de efetivação são grandes”, afirma Nancy Ferreira, gestora de treinamentos da rede de ensino profissionalizante CEBRAC. Outra dica é fazer contatos, o famoso networking, conversar com amigos, familiares e vizinhos, para tentar identificar as empresas que estão contratando e enviar os currículos.

Melhorar a inteligência emocional – Para quem está buscando se conhecer melhor, existem cursos de imersão, dedicados a passar a vida de qualquer pessoa a limpo. “Vivemos em uma sociedade totalmente online, que dorme com o celular na mão e acorda olhando os e-mails profissionais. Chega uma hora que olhar para dentro é necessário e dedicar uma parte da semana, do mês ou até mesmo do ano para isso é a solução”, afirma Heloísa Capelas, diretora do Centro Hoffman. Além disso, a especialista ressalta que meditar e dedicar um tempo para leituras e filmes que abordem a temática do perdão, cura interior e equilíbrio individual são boas alternativas para quem deseja aumentar sua inteligência emocional.