Mais uma vez o Departamento de Serviços Urbanos da Prefeitura do Município de Guaíra localizou o descarte irregular de lixo doméstico, junto à vala de escoamento de águas pluviais, na Avenida 21 no Bairro João Vaccaro. No local foram encontrados restos de alimentos e em outras ocasiões até vísceras de animais abatidos.

Este tipo de comportamento lastimável, dificuldade muito as ações da Administração Municipal para manter a cidade limpa e de combate a proliferação de animais peçonhentos, como os escorpiões, e de insetos como o Aedes Aegypti, transmissor da dengue e de outras doenças.

“A população tem o direito de cobrar da administração para que a cidade esteja limpa, mas também deve fazer a sua parte. Locais como este aqui no João Vaccaro ou a Avenida José Flores na saída da Cohab 2, não devem ser usados como depósitos de lixo, pois todos os moradores são prejudicados”, disse o Chefe do Departamento de Serviços Urbanos, Valter Alves dos Santos Júnior.

A Prefeitura Municipal solicita que caso o cidadão testemunhe o descarte irregular de lixo em qualquer ponto da cidade, para que entre em contato e denuncie, mesmo de forma anônima, na Ouvidoria Cidadã pelo telefone 0800 941 1000.

No caso específico da dengue o lixo descartado de forma inadequada poderá conter vasilhames que acumulem água e que sirvam de criadouros do mosquito o que pode impactar consideravelmente no surgimento de novos casos da doença.

Já os restos de alimentos contribuem para o surgimento de baratas e outros insetos que integram a base alimentar dos escorpiões, aumentando a incidência desses animais no interior das galerias de águas pluviais e redes de esgoto, ocasionando a migração para o interior das residências colocando em risco a vida, principalmente, de idosos e crianças.

“Manter a cidade limpa é uma obrigação de todos”, finalizou Valter Alves.