Problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão, TDHA e esgotamento podem ter um impacto devastador sobre a vida dos estudantes. Os pais e a escola desempenham um papel fundamental no enfrentamento dessas questões, mas para isso precisam estar devidamente conscientizados. Para sensibilizar educadores e familiares, será realizado, no dia 15 de maio, em São José dos Campos (SP), o Encontro Internacional Alpha Lumen – Saúde Mental, Educação e Adolescência.

Promovido pelo Instituto Alpha Lumen (IAL), entidade que busca soluções de impacto social por meio de ações educativas, o evento terá a palestra “A saúde mental do estudante” ministrada pelo psiquiatra Leonardo Batista. Autoridade internacional sobre o tema, ele é diretor dos Programas Português e Latino de Saúde Mental e diretor assistente de Internação Psiquiátrica no Hospital RhodeIsland, nos Estados Unidos, e além de professor assistente do Departamento de Psiquiatria e Comportamento Humano do The Warren Alpert Medical School, da Universidade Brown, uma das mais antigas e conceituadas dos Estados Unidos.

Na ocasião, também será lançado o Projeto Cabeça Legal, desenvolvido pela Alpha Digital e pela equipe de estudos de saúde mental do IAL em parceria com o professor Leonardo Batista, o pesquisador Tauily Claussen, da UNIFOR, a Dra. Patrícia Maura, psiquiatra no Hospital Chuí, de São José dos Campos, e outros apoiadores especialistas na área. O projeto atuará em duas frentes: uma no estudo e mapeamento da saúde mental de crianças de adolescentes de 12 a 17 anos e outra no apoio e orientação das escolas de educação básica junto aos estudantes e suas famílias.

Para isso, foi desenvolvida uma plataforma de pesquisa de perfil de saúde mental dos estudantes, com o mesmo nome do projeto. Com os dados obtidos será feito um mapeamento, para detectar comportamentos de risco. Com base nos resultados, os coordenadores das escolas participantes receberão sugestões de ações de prevenção que poderão ser implementadas.

“A Organização Mundial da Saúde estima que 10 a 20% dos adolescentes experimentem problemas de saúde mental, mas nem sempre recebem o diagnóstico e tratamento adequados”, afirma Nuricel Aguilera, fundadora do IAL. “Com o Encontro e a plataforma, temos o propósito de esclarecer sobre esse tema tão relevante, e municiar as escolas e os educadores com mais recursos para reconhecer os indícios de transtornos mentais, realizar ações preventivas e buscar ajuda apropriada”.

Para participar da palestra e conhecer melhor a plataforma, é necessário fazer inscrição prévia, mediante o investimento de R$ 20. Mais informações podem ser encontradas em: www.sympla.com.br/encontro-internacional-alpha-lumen-de-saude-mental-educacao-e-adolescencia__501679

Serviço

Encontro Internacional Alpha Lumen – Saúde Mental, Educação e Adolescência

Data:15/05/19 – quarta-feira

Horário: 18h30 às 21h30

Local: Auditório ICBEU – Av. Adhemar de Barros, 464, São José dos Campos

Investimento: R$ 20 (publico em geral); R$ 10 (comunidade Alpha Lumen)

Programação e Inscrições: www.sympla.com.br/encontro-internacional-alpha-lumen-de-saude-mental-educacao-e-adolescencia__501679

Sobre o Instituto Alpha Lumen:

O Instituto Alpha Lumen – IAL é uma entidade sem fins lucrativos, sediada em São José dos Campos/SP que busca soluções de impacto social através de ações educativas. O IAL desenvolve projetos em várias frentes (Educação, STEM, Arte e Cultura, Empreendedorismo, Esporte, Sustentabilidade e Saúde, Relações Internacionais) todas conectadas com o Projeto Escola, que gera estruturas educacionais inovadoras e apoio ao ensino de estudantes com altas habilidades. O Projeto Escola, que inclui os ensinos Infantil, Fundamental e Médio, visa a formação de lideranças transformadoras e éticas entre jovens e crianças talentosas advindos fundamentalmente da escola pública e de baixa renda, capazes de refletir a construção da própria história, impactando positivamente o seu entorno e muitos, com potencial para se tornarem agentes disruptivos na sociedade, no Brasil e no mundo. Junto com eles, o IAL escala oportunidades a outras crianças e jovens da Rede Pública de Ensino ampliando seus horizontes e motivando vocações para que sejam capazes de articular os diferentes conhecimentos em soluções reais, criativas e eficazes.