O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2019, será realizado nos dias 3 e 10 de novembro. O governo federal anunciou que, neste ano, fará algumas mudanças na prova, como o processo de inscrições, a diagramação dos cadernos de questões e a preparação dos fiscais da prova. O objetivo é reduzir os custos com a realização do exame e aumentar a segurança.

Sendo o Enem a porta de acesso ao ensino superior em instituições públicas e privadas, é fundamental se preparar para garantir um bom desempenho. A TutorMundi, plataforma online que oferece monitoria e plantão de dúvidas para estudantes do Ensino Médio, apresenta cinco dicas para melhorar sua preparação para um exame que pode decidir o seu futuro. Confira:

Cultive o hábito da leitura

Se você gosta de ler, certamente terá mais facilidade para compreender e responder as questões. Se não gosta, que tal começar a cultivar este hábito? As questões do Enem exigem leitura e interpretação de textos, portanto desenvolver essas habilidades fará toda diferença na hora de fazer a prova.

Dr. Barbara Oakley, muito reconhecida por seus estudos em técnicas de aprendizado na Universidade McMaster e criadora do curso “Aprendendo a Aprender” disponível no Coursera afirma que após uma leitura, o leitor deve tentar explicar com suas próprias palavras o que acabou de ler. Isso não só fixa o conhecimento, como também ensina o leitor a desenvolver uma leitura atenta à detalhes do texto e identifica pontos mal interpretados na leitura.

Além disso, a leitura possibilita que a escrita também se desenvolva, até de forma intuitiva, proporcionando ao estudante uma noção mais abrangente dos temas da atualidade, que sempre integram os enunciados de algumas questões e, principalmente, da prova de redação.

Escreva

Ler é importante e faz com que o estudante adquira noções de escrita fundamentais para a elaboração de uma boa redação. Mas, para estar com essa habilidade afiada no dia da prova, não basta ler. É necessário escrever bastante também.

Para isso, vale a pena treinar os modelos de resposta exigidos para a prova. Mas não se limite a eles. Proponha outros temas a si mesmo. Escreva sobre assuntos relevantes da atualidade, como se estivesse fazendo a redação para o Enem. Depois, releia-os e verifique se o texto está claro e o que poderia melhorar.

Treine

Parece óbvio, mas não é: quem deseja ter bons resultados em provas, sejam elas quais forem, precisa treinar bastante, e isso se aplica, é claro, também ao ENEM. O treino ocorre em cursos preparatórios, mas pode ser feito tranquilamente em casa. O estudante pode fazer o download das últimas questões da prova e resolvê-las com tempo cronometrado, simulando o dia do exame.

Ainda inspirando-se nos ensinamentos da Dr. Oakley, treine assuntos que você tenha dificuldade. As áreas de conhecimento que o aluno domina são confortáveis, porém o aluno aprende quando sai da zona de conforto. Ela ainda afirma que o melhor treino é aquele que é feito constantemente e a longo prazo. De nada adianta treinar com intensidade no último mês. O cérebro precisa de tempo e descanso para fortalecer as conexões necessárias para fixação do conhecimento. E você vai precisar que o conhecimento esteja bem fixo durante aquelas horas de prova.

Além de dar ao estudante a noção de tempo que será necessária durante a prova, os resultados desses simulados permitem ao estudante conhecer seus pontos fortes e, principalmente, os fracos, que exigirão reforço nos estudos.

Relaxe

O ENEM é uma prova longa e cansativa. Em algumas horas, o aluno precisará ler, compreender e responder a algumas dezenas de questões, além de elaborar uma redação. Por isso, é importante que o estudante evite qualquer tipo de abuso nos dias que antecedem o exame. Isso inclui ter boas horas de sono, alimentação saudável e, acredite, quase não estudar.

Não queime a largada

Outra coisa que parece óbvia, mas não é: leia o edital do exame com cuidado e preste muita atenção às situações que podem levar à eliminação. Todos os anos vemos casos de estudantes que se confundem com o horário, que utilizam canetas não permitidas e são flagrados durante a prova prestando atenção nas respostas do colega ao lado ou utilizando aparelhos eletrônicos durante a prova.

Em todos esses casos, a eliminação é sumária e o desconhecimento não é uma desculpa, justamente porque, como essas regras estão no edital do ENEM, o estudante é obrigado a saber o que é permitido ou não durante a prova. Por isso, qualquer deslize pode fazer com que os meses de dedicação aos estudos tenham sido em vão.

Sobre a TutorMundi

Para estudantes do Ensino Fundamental e Médio que não consigam resolver algum exercício ou não tenham entendido alguma matéria, o TutorMundi é um aplicativo que os conecta com os melhores universitários das universidades mais conceituadas do país para esclarecer as dúvidas através de chat. São mais de 2,000 tutores de universidades renomadas como ITA, USP, IME, UFSC, UFPR, IFMG e outras. Os alunos podem enviar dúvidas de todas as disciplinas do currículo acadêmico a qualquer hora do dia e qualquer dia da semana. O tutor atende o aluno na hora. Com alto nível de engajamento, a plataforma já atendeu mais de 10 mil alunos e é utilizada também por grandes players do setor de educação, como Grupo Energia, COC, Rede Adventista de Santa Catarina e Colégio e Curso Tendência. Mais informações www.tutormundi.com.