Apesar da crise econômica, o Dia dos Pais (11/08) não passará em branco para muitos brasileiros neste ano. É o que mostra uma pesquisa feita pelo Méliuz com 7300 consumidores que utilizam o cashback em suas compras. O levantamento ouviu 6271 pessoas de todo o Brasil e 1035 somente de São Paulo.

Os dados apontam que 68% pretendem gastar entre R$51 e R$100 com presentes para o Dia dos Pais. Os itens preferidos para homenageá-los são roupas (1ª opção), acessórios e calçados (2ª opção), perfumes e cosméticos (3ª opção) e eletrônicos e informática (4ª opção).

Uma semana de antecedência é o prazo para fazer as compras. Em São Paulo, a preferência é por lojas online. Já no restante do Brasil, a predileção é por compras em e-commerces e lojas físicas. A maioria dos participantes do levantamento (3500 pessoas) afirma que irá utilizar o cartão de crédito como forma de pagamento. O cashback, neste caso, se torna aliado na hora de economizar, pois os clientes recebem parte do valor das compras de volta.

Há ainda quem vai trocar os presentes físicos por mensagens na hora de homenagear os papais: 42% dos respondentes disseram que irão enviar mensagens de Dia dos Pais pelo celular, seguido por carta escrita à mão.

Data em ascensão
O Google registrou um crescimento médio de 19% em buscas por presentes para os pais em 2018. No e-commerce, por exemplo, foi a segunda data sazonal com o melhor número de vendas, registrando R$5,1 mi de pedidos.

Sobre o Méliuz:
Lançado em 2011, o Méliuz é uma empresa que devolve ao consumidor, em dinheiro, parte do valor das compras em mais de 1600 lojas físicas e online do Brasil (cashback). O serviço é totalmente gratuito para os clientes. A proposta é simples: as lojas pagam para anunciar no site e no app do Méliuz e a empresa devolve ao cliente, em dinheiro, parte desse valor. Assim, as lojas incentivam as vendas e os consumidores recebem vantagens em todas as compras. A empresa possui hoje cerca de 150 funcionários e já devolveu mais de R$ 94 milhões aos usuários.