Estudos feitos pela Nestlé Research Center em parceria com várias universidades mostram que consumir pelo menos 7g de proteína no café da manhã, ou após a atividade física, é essencial para repor a energia e proporcionar um crescimento mais saudável para as crianças.

Os estudos foram realizados em crianças canadenses com idades entre 7 e 13 anos, para verificar a influência das proteínas no metabolismo das crianças em momentos específicos durante o dia. Os pesquisadores procuravam entender qual a quantidade ideal de consumo de proteína, um macronutriente essencial para o desenvolvimento infantil.

“As crianças que ingeriram no mínimo 7 gramas de uma boa fonte de proteína pela manhã – como um copo de leite – conseguiram re-abastecer sua energia e atenuar a falta desse macronutriente durante o período de jejum noturno, quando dormiam e, consequentemente, quando não há ingestão de nutrientes”, diz Denis Breuillé, chefe do Grupo de Fisiologia do Instituto de Ciências da Saúde, da Nestlé Research. “Além disso, os estudos mostram a importância de equilibrar o consumo de proteína ao longo do dia – dividindo a ingestão deste macronutriente entre o almoço e o jantar, especialmente após a atividade física”, acrescenta Breuillé.

Os estudos intitulados “A ingestão de proteína dietética pós-exercício aumenta o saldo de Leucina no corpo inteiro de forma dose-dependente em crianças saudáveis” e “A ingestão de proteína no café da manhã promove um saldo positivo de proteínas no corpo inteiro de forma dose-resposta em crianças saudáveis: um estudo randomizado”, foram publicados no The Journal of Nutrition, a primeira revista científica criada exclusivamente para a publicação de pesquisas nutricionais.

“Crianças fisicamente ativas, assim como adultos, precisam de proteína para construir tecidos importantes para seus corpos, como os músculos. Mas para crianças, manter um balanço positivo desse macronutriente é essencial para o crescimento, como nossos estudos comprovam. A mensagem para os pais é equilibrar sempre as refeições e levar em conta a importância do consumo de proteína no café da manhã e após a atividade física para os filhos “, finaliza Denis.