Clima seco e baixa umidade do ar, típicos da estação, podem ser fatores de risco para a doença, que causa uma série de sintomas e desconforto no dia a dia

Cuidar da saúde da visão é importante durante todo o ano, porém, com a chegada do inverno, a atenção e cuidados com os olhos pedem atenção. É nesta estação, caracterizada pelo clima seco e pela baixa umidade do ar, que as pessoas ficam mais suscetíveis aos fatores que desencadeiam doenças oculares, como o Olho Seco que acomete de 5% a 50% da população mundial*.

O Olho Seco ocorre quando as glândulas responsáveis pela produção das lágrimas estão inflamadas ou produzem lágrimas de má qualidade. Como resultado, o olho fica seco e irritado. No inverno, as características climáticas intensificam os sintomas, impactando no aumento dos casos da doença.

“Nossos olhos estão constantemente expostos a fatores ambientais e variações climáticas. A interação adequada das estruturas da superfície ocular com o ambiente e a composição ideal das lágrimas garantem aos nossos olhos conforto e proteção, assim como a qualidade da nossa visão. No inverno, a baixa umidade e o clima seco aumentam a evaporação da lágrima, deixando nossos olhos ressecados, o que desencadeia os sintomas do Olho Seco”, explica Dra. Mônica Alves, professora da Universidade Estadual de Campinas, Unicamp.

Sintomas

Os principais sintomas do Olho Seco são vermelhidão, queimação, coceira, ardência, irritação, sensação de areia nos olhos, lacrimejamento, desconforto e olhos cansados. A condição também pode provocar visão turva e embaçada. “É extremamente importante reconhecer esses sintomas, consultar um oftalmologista e iniciar o tratamento”, recomenda Dra. Mônica.

Tratamento

Para aliviar esses sintomas recomenda-se que uso de lágrimas artificiais, como o Systane® UL, que ajudam a diminuir o desconforto associado à doença. Esses colírios atuam na reposição da lágrima natural, oferecendo melhora da lubrificação e proporcionando conforto imediato, protegendo, preservando e melhorando a superfície do olho. A higiene diária de pálpebras e cílios também é fundamental para evitar o acúmulo de sujeira.

Adotar algumas medidas preventivas, como usar umidificadores de ar e aumentar a quantidade de ingestão de água ao longo do dia, principalmente nesta época mais seca, pode ajudar a evitar o Olho Seco e auxiliar no tratamento de quem já foi diagnosticado como o problema.

Outras causas 

O Olho Seco é uma doença multifatorial. Ambiente com vento, poluição ou ar condicionado também podem favorecer o surgimento dos sintomas. A condição também pode ser causada por fatores biológicos (doenças autoimunes, reumáticas, e alterações hormonais), fatores temporários (cirurgias e uso de medicamentos como antialérgicos, antidepressivos, diuréticos, medicamentos para tratamento da acne, uso de anticoncepcionais), ou até mesmo hábitos da vida moderna como o uso prolongado de dispositivos eletrônicos (tablets, smartphones e computadores) e assistir TV ou ler por um longo período.

Sobre a Alcon

A Alcon ajuda as pessoas a verem melhor e de maneira brilhante. Como líder global em cuidados com a visão e com mais de 70 anos de história e experiência, a Alcon oferece o mais amplo portfólio de produtos para melhorar a visão e a vida das pessoas. Os produtos das divisões Cirúrgica e Vision Care (Cuidados com a visão) impactam anualmente mais de 260 milhões de pacientes com catarata, doenças da retina e erros de refração em mais de 140 países. São mais de 20.000 colaboradores em todo mundo, dedicados a aprimorar a qualidade de vida dos pacientes por meio de produtos inovadores, parcerias com profissionais de oftalmologia e programas que promovem o acesso a produtos e a procedimentos oftalmológicos de qualidade. Saiba mais em www.alcon.com.

*TFOS DEWS II Epidemiology Report.
Registro: Systane® UL MS- 80153480163