Todo mundo sabe como são difíceis aqueles dias em que a rotina fica complicada e não sobra tempo para nada. Às vezes isso acontece de maneira pontual, mas tem muita gente que convive com essa situação diariamente, tentando conciliar trabalho, estudos e vida social.

E por conta disso é comum que as pessoas acabem escolhendo alimentos e refeições mais rápidas para dar conta de todas as tarefas, porém, a ânsia de ganhar mais tempo acaba fazendo com que as pessoas troquem saúde por rapidez. Porém, é possível ter uma boa alimentação mesmo naqueles dias corridos. Seguem algumas dicas:

1. Prepare-se com antecedência

Mesmo para quem fica a maior parte do dia fora de casa, é importante pensar no almoço. Montar a própria marmita é a uma boa alternativa para quem busca opções mais nutritivas, além de ser mais econômico. Ao fazer refeições na rua, busque restaurantes com um menu personalizado, que permitam ajustar a quantidade de proteína ou carboidrato de acordo com as suas necessidades nutricionais.

2. Considere comer um lanche nos dias corridos

Para aqueles dias que realmente não dá tempo, fazer um lanche natural é uma boa saída. Dê preferência para alimentos sem produtos processados e molhos artificiais. Um sanduíche que tenha legumes e saladas, além de proteína, é uma alternativa fácil e rápida para não sair da linha e pode ser comprado na rua naqueles dias em que realmente não dá tempo de preparar nada em casa. Além de satisfazer, ele não vai trazer aquela culpa mais tarde.

3. Se planeje para fazer lanches entre as refeições

Sempre é importante comer alguma coisa no meio da manhã e da tarde, pois isto evita que você faça uma refeição principal exagerada. Pensando nos dias em que não conseguimos comer no horário de costume, é importante ter sempre algo fácil de carregar na mochila ou na bolsa, como uma fruta, um pote de castanhas e amêndoas, ou mesmo uma barrinha de cereais. Todas essas opções podem te salvar na hora da fome e evitar a necessidade de comprar um salgado qualquer.

4. Fique do olho nos rótulos

Quem tem a rotina atarefada e não tem muito tempo para cozinhar acaba buscando no mercado alimentos de fácil e rápido preparo que dão menos trabalho. Porém, muitos destes alimentos de pronto preparo são aquelas comidas ultra processadas que não possuem nenhum nutriente e cheios de coisas que devemos evitar em excesso: sal, açúcar, gorduras hidrogenadas, entre outros. É importante ficar de olho nos rótulos.

5. Mastigue devagar e aproveite o momento

Outra dica de ouro e simples é sempre comer com calma, mastigando bem, e prestando atenção no que come, para que a sensação de saciedade ocorra com menos alimento ingerido. Preste atenção à textura, temperatura, acidez e sabor dos alimentos. Coma devagar, sentindo a comida em sua boca e vivendo o momento. Você vai ver como a refeição fica muito mais prazerosa quando se concentra na experiência.

Ao seguir essas dicas simples, dá para perceber que não é difícil manter uma alimentação mais nutritiva, a chave é a organização para se programar para as refeições durante a semana. Cuidar da alimentação pode não parecer fácil, mas é algo possível e que cabe em todos os bolsos.