A ginecologia é uma especialidade médica que acompanha a mulher por uma boa parte de sua vida. Isso porque ela não só vai detectar possíveis problemas, mas também orientar você acerca das mudanças que vão acontecendo no seu corpo com o passar dos anos.

Por isso, é fundamental dar atenção necessária à saúde íntima por meio desse acompanhamento. Geralmente, a primeira consulta está atrelada à primeira menstruação, mas mesmo depois da menopausa, os especialistas em saúde da mulher devem ser consultados com regularidade.

Cada fase da vida vai ser marcada por diferentes situações e, com certeza, é o ginecologista que vai ajudar você a conviver com as mudanças da melhor forma possível.

Quando procurar um ginecologista?

Essa pergunta, aparentemente fácil, pode ser respondida com um simples “quando você tiver algum tipo de alteração na sua saúde íntima”. E é claro, esse especialista vai apresentar soluções e cuidados necessários para esse tipo de situação. Mas não é só isso.

Muitas mulheres, sejam elas jovens ou até adultas, não sabem como se dá exatamente o funcionamento de seu próprio corpo. Seja por falta de educação de qualidade ou mesmo por falta de informação dentro de casa, há ainda muitas mulheres que não entendem como o organismo feminino funciona.

Nesse sentido, o ginecologista é a pessoa mais indicada para sanar todas as dúvidas relativas à saúde da mulher, tanto em relação à puberdade, menstruação e TPM, como em relação à gravidez e à menopausa.

Por isso, é preciso ressaltar que, além de auxiliar no diagnóstico e tratamento de doenças atreladas ao sistema reprodutivo feminino, esse profissional é importante no que diz respeito à orientação e à prevenção de doenças.

Puberdade: mudanças no corpo e primeira menstruação

A puberdade é uma fase marcada por mudanças no organismo feminino. É indicado que nos primeiros indícios dessa transformação — aparecimento de pelos nas axilas, pernas e região íntima e crescimento dos seios —, procure-se um ginecologista. Mas a consulta mais fundamental é após a chamada menarca, isto é, a primeira menstruação. 

A partir daí, a ida ao ginecologista é importante para que sejam esclarecidas dúvidas e obtidas algumas orientações, tanto para as adolescentes que ainda não têm vida sexual ativa como para as que já têm.

Em casos em que há problemas com a menstruação, como fluxo irregular ou intenso, cólicas e dores de cabeça, o médico poderá indicar possíveis tratamentos, bem como o uso de anticoncepcionais.

Vida sexual ativa e cuidados extras

Depois de iniciar a vida sexual, é indicado que toda mulher faça um acompanhamento ginecológico com uma certa regularidade. Isso tanto para que haja uma prevenção quanto às chamadas Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) quanto para um esclarecimento acerca das questões atreladas à gravidez.

Nessa consulta de rotina é feito o chamado preventivo ou teste de Papanicolau, um exame para identificar qualquer tipo de anormalidade na parte externa e interna da vagina, como diferenças na pigmentação, presença de secreções ou lesões e mudanças nos pelos.

Em casos de doenças comuns na região íntima, tais como candidíase e infecção urinária, a ida ao ginecologista é indispensável, pois só ele poderá indicar o melhor tratamento para cada situação.

As mulheres que buscam engravidar, por sua vez, também devem procurar atendimento ginecológico, pois é esse especialista que dará as melhores orientações acerca de uma gestação saudável para mãe e bebê.

Mamografia e chegada da menopausa

A partir dos 45 anos, outro exame deve entrar na rotina das mulheres: a mamografia, exame que vai identificar se há alguma anormalidade, como nódulos e cistos na região dos seios e axilas. Esse exame deve ser feito anualmente a partir dessa idade, de forma a prevenir, principalmente, o câncer de mama.

Outra mudança que pode acontecer nessa fase da vida das mulheres é a menopausa, momento marcado pelo fim do período reprodutivo feminino, em que há uma grande diminuição na quantidade de hormônios no organismo, além do fim da menstruação.

Por conta disso tudo, a presença do ginecologista é essencial em todas as fases da vida da mulher, orientando-as para que elas possam vivenciar cada período da melhor forma possível.