Passar as mãos nos olhos pode disseminar o coronavírus

Em tempos de Covid 19 todo cuidado é pouco

A luta contra o Covid19 é papel fundamental de todos, só assim é possível minimizar o desenvolvimento da pandemia. Para isso, cuidados de higienização das mãos são essenciais, seja com água e sabão, ou álcool em gel quando a falta da primeira opção. As mãos por sua vez contaminadas e em contato com os olhos podem ser ponde para adquirir o novo coronavírus.

A médica oftalmologista Keila Cristina Prado, da Auge Oftalmologia, explica que as mãos devem ser higienizadas diversas vezes ao dia, visto que elas podem ser “ponte” para contaminação. “A mão contaminada em contato com olhos podem atingir as membranas mucosas, que revestem várias cavidades do corpo, e são as mais suscetíveis à transmissão do vírus”, alerta Prado.

Observa-se que pacientes que contraíram o coronavírus podem apresentar sintomas nos olhos. De acordo com a médica, a conjuntivite é uma inflamação da membrana que cobre o globo ocular. “A conjuntivite geralmente se apresenta na forma de olhos infeccionados/ vermelhos, úmidos e lacrimejantes”. Portanto é de extrema importância a higienização das mãos frequentemente, sempre que manusear algo diferente que possa estar infectado.

Fique atento às recomendações:

Manter as mãos sempre limpas, lavando sempre que possível;

Carregar álcool antisséptico;

Evitar levar mãos aos olhos sem estar higienizados;

Evitar lugares fechados ou multidões;

Caso esteja em local onde há foco da doença, use máscaras protetoras.

Corpo Clínico

DRA. KEILA CRISTINA PRADO – Oftalmologista, responsável técnica e pelo departamento do Glaucoma da Auge Oftalmologia.
Formada em Medicina pela Universidade de Brasília.
Especialista em Oftalmologia pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia.
Membro da Sociedade Brasileira de Glaucoma.
Serviço:
Auge Oftalmologia

Brasília Medical Center – SGAN 607 Bloco A Salas 309/310 – Asa Norte

Contato: (61) 3322-6000

www.augeoftalmologia.com.br

Siga também os perfis nas redes sociais.

Publicidade:
Anterior Trabalho remoto exige organização e disciplina
Próxima Confira oito cursos gratuitos na área da educação para fazer durante a quarentena