O consumo de ovos associado a uma alimentação equilibrada faz parte da prevenção e melhora da qualidade de vida


O sistema imunológico é uma rede de células, tecidos e órgãos capazes de proteger o organismo da entrada de substâncias estranhas ou agentes invasores e, também, combatê-los. Estruturas como Linfócitos e anticorpos são fundamentais para o bom desempenho e proteção do organismo.

Estresse, alimentação irregular, tabagismo e fumo são fatores que podem interferir no sistema imunológico e contribuir para a redução da imunidade e elevação de processos inflamatórios com possíveis consequências como as doenças crônicas.

É sabido que nutrientes antioxidantes atuam combatendo radicais livres e, portanto, são capazes de reduzir processos inflamatórios e/ou dão suporte ao organismo para que ele tenha condições de se proteger. Assim, estresse, má alimentação, fumo e bebida alcoólica podem interferir no sistema imune.

O momento atual em que vivemos uma pandemia de COVID-19, além de todos os cuidados básicos com higiene e contato físico para prevenção de doenças transmissíveis como as viroses, uma boa alimentação é fundamental para fornecer nutrientes capazes de manter o equilíbrio e o sistema imunológico do organismo.

O estresse aumenta a produção de radicais livres e processos inflamatórios. E a pergunta é: como está a sua alimentação em tempo de Coronavírus ou processos gripais que atacam sobretudo faixas etárias mais susceptíveis como idosos, pessoas com doenças crônicas e crianças?

Seguem 5 motivos para ter ovo na sua alimentação:

1 – O ovo é fonte de proteína: A proteína é um composto de aminoácidos e sua combinação variada proporciona funções diferentes como síntese de hormônios, enzimas, músculo, proteínas estruturais como por exemplo, o colágeno. Atua como transportadora de nutrientes, como neurotransmissores e componentes do sistema imune. Assim, a proteína é fundamental, pois participa ativamente de todos os processos biológicos e pode manter a imunidade em alta;

2 – Dois ovos possuem 33 mcg de selênio: O selênio é outro nutriente com uma poderosa função antioxidante e contribui para o aumento de glutationa, um antioxidante produzido pelas nossas células e que tem a função de combater os radicais livres produzidos pelo nosso organismo;

3 – O magnésio é outro composto que atua como cofator na síntese de imunoglobulinas e, portanto, fundamental na resposta imune;

4 – O ovo possui vitaminas do complexo B (tiamina, riboflavina, niacina, piridoxina, ácido pantotênico, biotina, ácido fólico, vitamina B12 e colina), vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K) que ajudam a aumentar a imunidade;

5 – O ovo é um alimento saboroso, prático, nutritivo, acessível, de fácil digestão e bastante apreciado de forma geral pela população.

O Instituto Ovos Brasil recomenda: O consumo de ovos associado a uma alimentação equilibrada faz parte da prevenção e melhora da qualidade de vida.

Sobre o Instituto Ovos Brasil:
O Instituto Ovos Brasil é uma entidade sem fins lucrativos criada em 2007 com objetivo de esclarecer a população sobre as propriedades nutricionais do ovo e os benefícios que este alimento proporciona à saúde, além de desfazer mitos sobre seu consumo. O IOB tem atuação em todo o território nacional e hoje é referência em informação sobre ovos no Brasil.

O site da instituição www.ovosbrasil.com.br reúne campanhas, dados, pesquisas e artigos de credibilidade para o público em geral e profissionais das mais diversas áreas.

Publicidade:
Anterior Nutricionista dá dicas e receitas para aumentar imunologia no inverno
Próxima CPFL Energia inicia isenção de tarifa de energia para clientes cadastrados como baixa renda