“GIG – A Uberização do Trabalho”, documentário sobre trabalhos mediados por aplicativos, estreia no Canal Brasil

Estreia no Canal Brasil na quarta, dia 29, o documentário inédito “GIG – A Uberização do Trabalho”.

Produzido pela ONG Repórter Brasil, o filme denuncia os efeitos da chamada GIG economy, expressão inglesa para explicar a grande oferta de trabalhadores acionados via aplicativos de celular.

A produção alerta para os baixos rendimentos de quem oferece seus serviços por plataformas digitais, a falta da aplicação de leis trabalhistas, a elevação da desigualdade social e as condições precárias de trabalho.

O média-metragem dirigido por Carlos Juliano Barros, Caue Angeli e Maurício Monteiro Filho traz depoimentos de pessoas de diversas formações cujos serviços estão disponíveis ao alcance do celular.

O filme traz o cotidiano de professores particulares, faxineiras, motoristas e entregadores de comida, sempre mostrando os baixos salários como ponto comem entre as mais variadas atividades.

Todos reclamam das grandes percentagens descontadas pelos administradores do aplicativo e a ausência de direitos trabalhistas como auxílio-saúde, 13º salário, férias e jornadas justas.

GIG – A UBERIZAÇÃO DO TRABALHO

INÉDITO E EXCLUSIVO

Quarta, 29 de abril, às 20h

Reapresentações: Quinta, 30/04, às 17h45; sexta, 1/05, às 16h e domingo, 3/05, às 10h10.

Classificação: 12 anos

Publicidade:
Anterior Habilidades transversais são diferenciais que ajudam o profissional a se fixar no mercado
Próxima Pequeno comércio ganha aplicativo de entrega sem cobrança de taxa