Sou mãe na pandemia. E agora?

Os desafios das mães de bebês e crianças pequenas em plena quarentena

Dia 1 da quarentena: “Criamos um ambiente feliz e saudável para o bebê. Vamos tirar de letra”.

Dia 4 da quarentena: “Hoje o bebê chorou muito. Parece que está com cólicas”.

Dia 8 da quarentena: “Que horas eu o coloco para dormir? Como posso variar a papinha?”.

Dia 15 da quarentena: “Desisto! Cadê a minha mãe?”.

Ser mãe em tempos de quarentena tem revelado desafios nunca pensados. Afinal, nem sempre é possível contar com a ajuda de seus pais, irmãos, amigos, tios ou mesmo ir ao médico especialista. São descobertas diárias que, em alguns momentos, podem deixar as mamães aflitas.

E como, provavelmente, elas vão comemorar o Dia das Mães em casa, merecem umas dicas de presente:

Horário para os pais – Determinar uma rotina de horários é muito importante, estipulando, inclusive, regras para que os pais tenham momentos só para eles. As crianças precisam saber que, mesmo em quarentena, os horários devem ser cumpridos.

– Esteja preparada para os acidentes – O dia a dia na quarentena pode resultar em tombos, batidas, queimaduras, diarreia, dor de ouvido, problemas digestivos e muito mais. O ideal é manter a calma e ter sempre uma caixa de primeiros socorros, além de remédios básicos para crianças. Consulte sempre o médico, mesmo que por telefone.

– Crie atividades culinárias com as crianças – Mostre às crianças frutas e verduras. Incentive-as a cortar os ingredientes (cuidado com facas) e a misturá-los. Ensine as crianças a medir os ingredientes de uma receita e, ao final, mostre que elas ajudaram a preparar a refeição.

– Faça massagens no bebê – Tocar e massagear os bebês ajuda a criar um vínculo afetivo ainda maior. Massagens leves ajudam até mesmo a aliviar sintomas de cólicas e gases.

– Incentive as pequenas conquistas – As crianças buscam nos pais os primeiros “espelhos”. Assim, ficam felizes quando suas primeiras conquistas, como caminhar ou usar o vaso sanitário, são reconhecidas. Isso ajuda a fortalecer a autoestima da criança, que se tornará um adulto mais seguro.

– Determine o horário de dormir – Com uma rotina diferente, as crianças podem sentir-se desobrigadas de dormir nos horários determinados. Então, todos devem seguir uma rotina para que, quando tudo voltar ao normal, acordar cedo não se torne um drama.

– Planeje as férias – Todos estão convivendo “full-time”. No entanto, a paisagem não muda na quarentena. Então, por que não programar as próximas férias? Peça ajuda das crianças para escolher destinos e atividades. Ideias interessantes podem surgir.

Não está sendo fácil, mas pense no seguinte: a quarentena está proporcionando uma experiência incrível para ser mãe em tempo integral. E isso vai ficar gravado na memória dos seus filhos para sempre.

Sobre a coleção Conviver: A coleção Conviver reúne livros com dicas sobre a preparação para a chegada do bebê, alimentação saudável, massagem em bebês, hora de dormir e viagens com as crianças. É composta pelos seguintes livros:

– Lancheira gostosa e nutritiva! – Receitas saudáveis para o lanchinho escolar, de Vanessa de Abreu Barbosa Fernandes.

– Que delícia de papinha! – Conselhos, receitas e trovinhas, de Alberto Pellai, Andrea Guala, Fiorella Festa e Giancarlo Cometto.

Carinho é muito bom! – Guia de massagem para o bem-estar do bebê, de Marián Sánchez, Mercé Simón, Queca Elizalde e Víctor Escandell.

Quanto falta? – Dicas para viagens em família com crianças pequenas, de Gustavo Roldán e

Irina Fuhrmann.

Minhas primeiras conquistas – As etapas do desenvolvimento de nossos filhos, de zero a três anos, de Marta Huguet e Montserrat Rizo.

– Em breve seremos três – A aventura de ser pais pela primeira vez, de Montse Rodríguez.

– É hora de dormir – Ideias práticas para educar o sono de nossos filhos, de Gonzalo Pin e Rosário Genís.

Sobre Paulinas:

Referência de qualidade, ética e respeito pela diversidade cultural, Paulinas Editora está presente no Brasil desde 1931 e, ao longo de sua trajetória, vem sendo reconhecida por sua atuação com inúmeras premiações, com destaque para oito Prêmios Jabuti – o mais importante prêmio literário do País, conferido pela Câmara Brasileira do Livro –, e com participação em feiras literárias internacionais.

Publicidade:
Anterior Estudantes desenvolvem solução tecnológica para auxiliar a população em meio à pandemia do Covid-19
Próxima Dez livros para ler durante o isolamento que vão ajudar a impulsionar sua carreira