A crise econômica desencadeada pela pandemia do novo coronavírus preocupa alunos e famílias que pagam pelo ensino superior privado. Com medidas de distanciamento social para o combate da Covid-19, há potencial desaceleração da economia e, consequentemente, uma redução da renda mensal das famílias brasileiras.

Segundo pesquisa feita pela ABMES (Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior), 41% dos estudantes acreditam que terão dificuldade em pagar as próximas mensalidades do curso, e 20% apontam a redução da renda como fator para uma possível desistência.

Diante desse problema, estudantes estão buscando formas de manter as mensalidades em dia e não desistir dos cursos em que estão matriculados. “Sabemos que o momento é difícil, pois a quarentena afeta a vida de quem tem trabalho formal ou informal. Por isso, nesse momento, nosso objetivo é criar soluções sem juros para que os alunos não precisem trancar a faculdade”, diz Rafael Baddini, sócio-diretor de estratégia de negócio do PRAVALER, maior fintech de soluções financeiras para educação.

Se o bolso apertou, veja três iniciativas que podem garantir um fôlego no pagamento das mensalidades:

• Financiamento de 80% das mensalidades

A linha de financiamento emergencial do PRAVALER é uma forma de reduzir para 20% o valor integral da mensalidade. O aluno poderá financiar os outros 80% em até 15 parcelas, sem nenhum juro. A modalidade é válida para alunos que já estão cursando o semestre, mas estão buscando uma opção que caiba no bolso devido ao impacto na renda causado pelo novo coronavírus.

Para aderir, basta fazer o cadastro no site do PRAVALER e clicar na opção “Já estou estudando”. Se sua instituição já for parceira do programa, a opção aparecerá na tela. Vale lembrar que para contar com o financiamento, será necessária uma análise de crédito e o estudante precisará apontar um garantidor.

• Financiamento de 75% das mensalidades com instituições do Grupo Ânima

Para alunos de faculdades e universidade do Grupo Ânima, é possível pagar apenas 25% do valor integral das próximas três mensalidades, sendo que os outros 75% serão financiados em até 12 parcelas, sem a incidência de juros.

Em parceria com o PRAVALER, será feita uma análise de crédito e o estudante precisará apontar um garantidor. Entre as instituições do grupo que já aderiram à modalidade, estão UNA, Unisociesc, São Judas, UNIBH, AGES e UniCuritiba. Para conferir a opções, é necessário fazer o cadastro no site do PRAVALER e clicar na opção “Já estou estudando”.

• Financiamento de 50% das mensalidades sem juros:

Todos os alunos, já cursando a graduação ou não, tem a opção de pagar apenas metade das mensalidades do curso todo sem juros, finalizando o pagamento do curso todo no dobro do tempo. De forma simplista, uma mensalidade de 1 mil reais em um curso de quatro anos, os estudantes pagarão 500 reais por mês em oito anos.

Em parceria com o PRAVALER, será feita uma análise de crédito e o estudante precisará apontar um garantidor. Para simular o financiamento e checar as instituições parcerias da modalidade, basta fazer o cadastro no site do PRAVALER .

Sobre o PRAVALER

O PRAVALER é a principal fintech de soluções financeiras para Educação do Brasil. A companhia foi a primeira desse segmento fundada no País e está entre as mais importantes, segundo estudo publicado pela KPMG. O processo para contratação de seus serviços é zero burocrático e 100% online. A empresa atua no mercado há 18 anos e tem entre seus principais acionistas o Banco Itaú. Com faturamento de 250 milhões e mais de 300 colaboradores que fazem a diferença todos os dias, o propósito do PRAVALER é ampliar o acesso à educação, com a missão de beneficiar um milhão de alunos até 2025, transformando suas vidas e de suas famílias