Cabines de dormir em rodovias surgem na guerra contra a fadiga e sono ao volante


Segundo a ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), dirigir com sono é tão arriscado quanto dirigir alcoolizado. Estatística revela que a sonolência e o cansaço são responsáveis por 50% dos acidentes em rodovias. Devido a inúmeras pesquisas e também ao fácil entendimento popular quanto ao assunto, a startup SleepBoll fez parceria com a Colchão Inteligente visando montar a cama adequado ao descanso dos motoristas nos mini quartos em pontos de parada que estão sendo instalados nas rodovias do Brasil.

Estudo americano mostra que são três os grupos de condutores que mais estão envolvidos em acidentes devido ao cansaço e ao sono: homens com menos de 29 anos, profissionais com turno de trabalho prolongado ou horários irregulares e pessoas com apneia do sono ou narcolepsia (distúrbio do sono caracterizado por sonolência excessiva, mesmo quando a pessoa dormiu bem à noite).

Cochilar ao volante é uma das atitudes mais perigosas no trânsito. De acordo com o professor do Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e chefe da disciplina de Medicina e Biologia do Sono, Marco Túlio de Mello, entre 27% e 32% dos acidentes de trânsito no mundo são provocados por motoristas que dormem na direção, responsáveis também por valores entre 17% e 19% das mortes no asfalto. “Isso sem contar as mortes das pessoas acidentadas que são levadas aos hospitais para atendimento”, ressalta Mello. Os números foram obtidos pela Unifesp em pesquisa da Universidade de Gênova, na Itália, visto que não há no Brasil estudo semelhante.

Neste contexto está a Colchão Inteligente, munida da Certificação Anvisa nº 81717050002. A marca desenvolve colchões com protocolo científico e, de acordo com seus gestores, é a única do ramo com as devidas certificações e reconhecimento. Na parceria com a SleepBoll, monta o Colchão Inteligente feito exclusivo para atender motoristas em paradas obrigatórias de descanso nas rodovias brasileiras, projetado para a adaptação de vários biótipos.

“Ele é confeccionado baseado em um protocolo científico e feito com zonas diferenciadas de conforto”, comenta o CEO da SleepBoll, Luciano Paixão.

Conforme protocolo científico realizado na Universidade Feevale em 2010, e com o incentivo do Inovapers 2010, projeto de Densidade Inteligente com subvenção do Sebrae e Finep, foi elaborado juntamente com a Colchão Inteligente o colchão para melhorar a qualidade de vida através do sono.

“O colchão é responsável direto pelo sono do motorista, pois além de permitir o descanso para o corpo e aliviar dores por postura inadequada, ele também  faz com que o corpo atinja melhor os estágios do sono: precisamos de quatro a cinco ciclos de sono para um repouso adequado, e o Colchão Inteligente da SleepBoll tem essas características para fazer a diferença após esse descanso”, observa Filipe Guterson Machado, bioterapeuta e terapêuta do Sono.

O Colchão Inteligente das cabines de descanso da SleepBoll é confeccionado visando melhorar a energia e atingir o sono profundo do motorista por usar a tecnologia de Smartzone, que melhorando o posicionamento da coluna vertebral. Ainda, disponibiliza uma massagem vibroterápica que proporciona relaxamento muscular e alívio de dores. “Foi todo elaborado para ser um produto de fácil adaptação para todos os motoristas, características de higiene e postura assim como uma sensação de conforto que traz alívio de pressão para todo o corpo”, completa o CEO da SleepBoll, Luciano Paixão.

Publicidade:
Anterior A quarentena está causando um colapso hormonal: como não ser a próxima vítima?
Próxima Pandemia acelera adoção de realidade virtual