HIDRATAÇÃO NO INVERNO: CONHEÇA OS CUIDADOS NECESSÁRIOS PARA A PELE DAS CRIANÇAS

A piora de doenças como a dermatite atópica são comuns na estação mais fria

São Paulo, 24 de julho de 2020 – A chegada das temperaturas baixas causa alguns incômodos para quem tem a pele mais sensível, especialmente nas crianças. Isso ocorre porque o frio e o clima seco alteram as células da camada externa da pele, chamada de epiderme, causando o aspecto seco. Nas crianças, as consequências podem ser ainda maiores, já que os pequenos não desenvolveram totalmente a barreira cutânea.

“Além do ressecamento, existe risco de irritação, aumento da sensibilidade e inflamações. Nas crianças, o problema pode ocasionar alergias, em especial, a dermatite atópica, que é um processo inflamatório que acomete principalmente rosto, dobras dos braços e pernas”, explica o especialista Mario Cezar Pires, dermatologista e alergista (CRM- 47377, RQE 45789 e 82062). A doença é caracterizada por lesões avermelhadas, que causam coceira e descamação, podendo apresentar infecções como complicação.

Para evitar que o ressecamento cutâneo ocorra e evolua para condições mais graves, a indicação é intensificar os cuidados com a pele no inverno. A primeira recomendação é aumentar o consumo de água, principal fonte de hidratação do corpo. Além disso, o dermatologista orienta evitar banhos quentes e longos (máximo 10 minutos) e utilizar cremes hidratantes adequados. Além dos cuidados com o banho e uso de hidratantes, Dr. Mario recomenda preferência por roupas de algodão mais largas, enxaguar bem as roupas para evitar retenção de resíduos e não esfregar a pele com buchas ou toalhas.

“Todo mundo deve optar por um produto ideal para seu tipo de pele, por isso, a visita a um dermatologista é indispensável, principalmente se alguma irritação for detectada, para diagnóstico correto do caso”, ressalta Mario Cezar Pires. As crianças precisam utilizar um hidratante indicado para pele infantil e, em caso de dermatite atópica, pode vir associado a uso de medicamentos para cada estágio da doença.

Uma das linhas mais completas disponíveis no Brasil é a de Klaviê Clinical, da Theraskin. Com apresentação em loção, creme hidratante e sabonete líquido, possui complexo botânico com propriedades anti-inflamatórias e antipruriginosas, associado a lipídios reparadores da barreira cutânea. Promove ainda sensação de conforto e suavidade, com redução rápida do prurido (coceira) e pode ser utilizado por crianças e adultos.

Sobre a TheraSkin

Farmacêutica brasileira com foco em inovação em produtos para dermatologia e pediatria. Com mais de 80 anos de atuação no país, conta com profissionais comprometidos em transformar conhecimento em saúde, bem-estar e beleza. Possui fábrica própria, localizada em São Bernardo do Campo, com moderno laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento próprio para desenvolver tecnologias e produtos com qualidade, inovação e fórmulas eficazes e seguras. Mais informações sobre a empresa em: http://theraskin.com.br/ .

Publicidade:
Anterior GUAÍRA REGISTRA 314 CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS E 6 MORTES
Próxima NOVO NORMAL: NUTRICIONISTA ALERTA PARA OS CUIDADOS AO IR EM RESTAURANTES EM TEMPOS DE PANDEMIA