Dia do Psicólogo: 4 dicas para lidar com a Ansiedade de Desempenho, quadro que tem se tornado mais comum durante a quarentena

Segundo Conselho Federal de Psicologia, mais de 50 mil novos profissionais solicitaram entre março e abril deste a autorização para atendimentos virtuais; a coordenadora da Faculdade Anhanguera de Ribeirão Preto explica sobre essa modalidade

A saúde mental ganhou um novo status quando a pandemia bateu na porta da população mundial.

Ansiedades, mudanças comportamentais devido ao isolamento social, medos e outros sentimentos ficaram mais latentes e estão sendo vistos com mais atenção pelas pessoas no dia a dia e também pelos profissionais da Psicologia.

Neste momento em que a área de atuação tem sido cada vez mais valorizada, o Dia do Psicólogo, comemorado em 27 de agosto, torna-se ainda mais importante e abre espaços para a discussão de temas relevantes.

Prova disso, o pico de pesquisas por atendimento psicológico dos últimos 12 meses aconteceu em março desse ano, quando o País estava iniciando a quarentena, seguindo informações do maior site de buscas da internet.

A necessidade de distanciamento e isolamento social impactou diversos serviços e áreas de atuação, entre eles, o atendimento psicológico. Com as medidas preventivas para evitar o contágio da covid-19 e o aumento da procura por esses profissionais, as consultas online se tornaram comuns.

Segundo o Conselho Federal de Psicologia, 51.747 novos profissionais solicitaram entre março e abril a autorização para atendimentos virtuais – número recorde até o momento. A coordenadora da Faculdade Anhanguera de Ribeirão Preto, Sara Trucatto, explica que embora a prática já acontecesse, não era comum. “O tratamento online já existia, mas na pandemia houve uma intensificação muito grande deste formato, tornando-o uma ampliação de carreira do psicólogo“, afirma.

 

A sessão virtual pode ser uma tendência para a carreira, segundo projeção de Sara.

“É importante lembrar que a transformação digital está impactando todas as profissões e, na área da psicologia, os recursos e ferramentas disponíveis atualmente mostram possibilidades de demandas do futuro profissional. O formato remoto é flexível para o psicólogo e cômodo para o paciente e, desde que respeite as questões éticas e havendo o cuidado na escolha de profissionais qualificados, é possível realizar o atendimento com qualidade”, complementa.

Na internet, pode-se encontrar informações sobre qualquer tema. Por esse motivo, a coordenadora do curso de psicologia da Faculdade Anhanguera de Ribeirão Preto alerta para a necessidade de cuidados e da análise de cada caso antes de uma avaliação mais detalhada.

“Considerando a facilidade de acesso a todo tipo de informação por meio da internet e das redes sociais, há sim o risco de uma psicologia rasa, ou seja, métodos apenas para melhoria de sintomas, mas sem tratar as causas. O contato humano, principalmente em casos de crises graves, ainda se faz necessário, para tratar o problema existencial, eliminando a causa. As ferramentas virtuais trazem vantagens, mas é necessário que se analise individualmente a necessidade de cada paciente antes de definir o melhor caminho”, finaliza.

Dicas para vencer a ansiedade de desempenho

Algumas técnicas simples podem apoiar, juntamente com tratamentos psicológicos, aqueles que têm enfrentado sintomas de ansiedade durante esse período de adversidades e que podem ser mais intensos em determinados momentos do dia. A chamada ansiedade de desempenho é um importante exemplo e pode ser definida como uma cobrança pessoal que exige uma performance muito acima da avaliação que uma pessoa faz sobre ela mesma, tendo como característica principal as exigências e críticas pessoais excessivas, além do perfeccionismo, que pode aparecer no trabalho, nos relacionamentos e até mesmo na vida sexual.

Veja abaixo 4 dicas da coordenadora de Psicologia para ajudar quem está lidando com a ansiedade:

1ª dica: Realizar a respiração quadrada, uma tarefa que consiste em inspiração, pausa cheio, expiração e pausa vazio. O movimento pode ser feito da seguinte forma: inspiramos contando até quatro, seguramos o ar nos pulmões por mais quatro segundos, expiramos por mais quatro segundos e seguramos sem ar contando até quatro. É importante que a respiração quadrada seja realizada enquanto treino e não somente nos picos de ansiedade.

 

2ª dica: Entender que a ansiedade atinge um ápice, mas depois abaixa naturalmente, lembrando que o ápice depende da história de vida e da construção psíquica de cada um. Por isso, é importante reconhecer quais os sinais do corpo e da mente que já estão em sofrimento: ficar sem ar, respiração mais curta e pensamentos acelerados são exemplos comuns.

 

3ª dica: Trilhar um caminho de autocompaixão em vez de julgamento. Um exercício importante neste momento é pensar sobre você o mesmo que se pensa de uma pessoa querida. Por exemplo: se algo negativo acontecesse com alguém que gostamos, o que falaríamos para essa pessoa? Em vez da cobrança dura, é importante visualizar quais conselhos de compaixão poderiam ser aplicados para nós mesmos.

4ª dica: Por fim, vale dizer que embora muitos consigam conduzir sozinhos melhorias relacionadas à ansiedade, é normal precisar de ajuda profissional – e não há nenhum mal nisso. “A condição interna de cada um é diferente e buscar ajuda de um psicólogo não torna a pessoa mais fraca de forma alguma. É importante entender que o profissional da área pode ter um papel importante para tornar esse processo mais leve”, finaliza Sara.

Sobre a Anhanguera

Fundada em 1994, a Anhanguera já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância.

Presente em todos os estados brasileiros, a Anhanguera presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Anhanguera oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais.  Em 2014, a instituição passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse: https://www.anhanguera.com

Sobre a Kroton

A Kroton, que faz parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira e uma das principais organizações educacionais do mundo, atende ao mercado B2C do Ensino Superior, levando educação de qualidade em larga escala. Presente em mais de 900 municípios em todo Brasil, a companhia conta com 176 unidades próprias, 1.410 polos de ensino a distância e 846 mil estudantes, sob as marcas Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar. Transformar a vida das pessoas por meio da educação, formando cidadãos e preparando profissionais para o mercado, é a missão da instituição, que trabalha para continuar concretizando sonhos em todos os cantos do país.

Publicidade:
Anterior Assista AO VIVO: Campeonato Russo 2020 - Lokomotiv Moscou x Akhmat Grozny 
Próxima SEFAZ ES ABRE CONCURSO COM SALÁRIOS ACIMA DE 23 MIL