Passo a passo: 8 dicas para lançar um curso on-line

HeroSpark fornece soluções que ajudam empreendedores a criarem e administrarem seus negócios online

Segundo o Ministério da Economia, mais de 804 mil pessoas solicitaram o seguro-desemprego entre março e abril desse ano. Nesse cenário, profissionais buscam novas formas de ter renda.

Uma área que proporciona a oportunidade de conseguir dinheiro extra e autonomia financeira é a de criação de cursos online.

Para ingressar no ramo, o empreendedor pode contar com o suporte de plataformas EAD, como a HeroSpark, uma solução para empreendedores, presente em mais de 20 países. Pensando nisso, Rafael Carvalho, COO da HeroSpark, reúne em 8 passos, dicas sobre como lançar aulas remotas de sucesso.

Confira:

Planejamento

Apesar da vontade de tirar a ideia do papel, ignorar a produção do planejamento pode trazer problemas para a evolução do negócio. Segundo Rafael, esse erro é um dos ugrandes responsáveis pelo fracasso do empreendimento.

Sendo assim, tópicos primordiais de um planejamento são: definição do público-alvo e análise de mercado.

Persona

Após o mapeamento do público-alvo, é preciso entender melhor o aluno, identificar a persona do produto. As personas são personagens construídos que representam o consumidor, seus comportamentos, dores e até características mais pessoais e específicas tais como formação profissional, região e idade.

A criação de personas fica menos complicada quando o curso já tem alguns estudantes e é possível cruzar características similares entre eles.

Análise de mercado e concorrência

“Outro ponto que merece atenção é saber quem já está se aventurando no nicho de mercado escolhido”, comenta Rafael. Ao estudar a concorrência, deve-se analisar a organização das aulas, a postura dos professores, a qualidade do material didático, o preço determinado e entre outros. Entretanto, essa análise não visa “copiar” a concorrência e sim, encontrar um diferencial estratégico.

Para fazer isso, o empreendedor pode listar os maiores players, identificar os diferenciais e pensar como é possível superar seus serviços.

Objetivos e Metas

Após entender como o mercado/nicho funciona, de que forma concorrentes atuam e o comportamentos dos alunos, o empreendedor fará a definição dos objetivos e metas do curso online como um empreendimento.

No futuro, esses propósitos ajudarão a analisar os resultados obtidos e validar a estratégia usada. Para cada objetivo, é interessante criar metas menores que facilitarão o controle e a organizar os esforços em busca do alcance do objetivo.

Estruturação do conteúdo:

Para Rafael, o ideal é que o empreendedor segmente os assuntos que serão abordados tendo em mente que o curso online tem suas diferenças em relação ao ensino tradicional. Por exemplo, vídeos muito longos ou abordagens pouco estimulantes ou dinâmicas podem cansar o aluno, o que impacta no engajamento do público com as aulas.

Para evitar essa situação, é preciso estabelecer uma ordem em que as informações aparecerão, priorizando a coerência e a relevância nesse processo.

Produção de conteúdo

Na gravação dos vídeos, é preciso argumentar de forma estratégica, fazer uso de exemplos didáticos e incentivar a interatividade. Do ponto de vista mais técnico, as gravações devem ser feitas, preferencialmente, com equipamentos como câmera e microfone. Além disso, é importante investir em outros aspectos como cenário, iluminação e edição de vídeo.

Divulgação

“Uma divulgação bem estruturada, especialmente no que se refere a cursos online, é quase tão importante quanto o próprio conteúdo das aulas”, comenta Rafael.

Nesse caso, como se trata de um produto virtual, as redes sociais são as melhores ferramentas para divulgação. Além disso, outras estratégias como e-mail marketing e a criação de um blog também podem atrair o público esperado.

No caso do blog, os textos publicados fortalecem a credibilidade do especialista e podem fazer com que os leitores se tornem leads.
SparkFunnels & SparkStart

Para ajudar os empreendedores a administrarem os seus cursos onlines, a HeroSpark criou o SparkFunnels.

A ferramenta, permite a criação de landing pages, de e-mails, de fluxos de automação e também possibilita a transmitir webinars e acompanhar métricas.

Já o SparkStart é um programa de aceleração de negócios digitais que visa ajudar infoprodutores a validarem suas ideias, a planejarem todo o lançamento do produto digital e como fazer suas primeiras vendas gratuitamente.

Os quatro módulos do serviço foram pensados com o objetivo de que maximizar as chances de sucesso do negócio digital.

Sobre a Hero Spark

A HeroSpark é uma solução para empreendedores digitais que utiliza o talento de seus clientes como matéria-prima para construir um business online. Elencada entre uma das 10 melhores startups do Paraná, a HeroSpark já conta com mais de 1600 clientes e está presente em 20 países.

Publicidade:
Anterior Concursos SP 2020: Quase 10 mil vagas em São Paulo 
Próxima Respira, inspira e não pira: a respiração para aliviar a ansiedade