Por que as crianças roncam?

Ronco nos pequenos deve ser tratado com cirurgia ou medicamento?

Engana-se quem pensa que apenas os adultos roncam enquanto dormem. Criança também ronca e o ronco pode começar antes mesmo do pequeno completar três anos de idade. As causas são as mais variadas, assim como as formas de tratamento.

Segundo a otorrinolaringologista no Super Dr. Saúde Integrada, em Ponta Grossa (Paraná), Mariana Krelling Salgado, o ronco na infância é comum, porém pode indicar uma série de problemas, então é preciso descobrir a causa.

Ela explica que normalmente o ronco está ligado a algum grau de obstrução da via aérea e entre as principais causas desse bloqueio o aumento da adenoide, amigdala e dos cornetos nasais (cornetos são estruturas laterais do nariz que em algumas pessoas são aumentados de tamanho devido, principalmente, à rinite).

Mas quando é a hora de se preocupar com o ronco infantil? Segundo a médica, todo ronco precisa ser considerado.  Nos casos mais graves, é possível que a criança apresente até mesmo a apneia do sono, o que pode resultar em complicações no dia a dia do pequeno como levá-lo a hiperatividade, sonolência diurna, baixo rendimento escolar, além de alteração na pressão arterial, problemas cardíacos, resistência à insulina e deficit no crescimento e no desenvolvimento.

E não é só. A criança que respira pela boca, devido a obstrução de via aérea, também pode apresentar alterações no desenvolvimento dos dentes, céu da boca e maxilar. “Se não for tratado, o ronco pode afetar a qualidade de vida, do sono, e até mesmo o desenvolvimento do esqueleto facial trazendo consequências na idade adulta”, afirma Mariana.

De acordo com a médica, primeiro é preciso descobrir o que está causando a respiração pela boca para depois escolher a forma de tratamento. “Às vezes, o tratamento é uma medicação nasal para desinchar e desinflamar o nariz por dentro, mas, se for um aumento importante do corneto ou até mesmo da adenoide ou amigdala, a solução é cirúrgica”, diz.

Sobre o Super Dr.

O Super Dr. é um centro de saúde integrada, criado para ser referência em acolhimento e cuidado coordenado dos pacientes. Foi pensado para pessoas, famílias e empresas que buscam saúde de qualidade sob medida. O centro oferece consultas e exames em 25 especialidades médicas e tem a matriz localizada em um dos bairros mais populosos de Ponta Grossa, Uvaranas, que está caminhando para se consolidar como polo médico na cidade. A segunda unidade, inaugurada nove meses após o início das atividades do centro de saúde, está localizada na região central. O empreendimento tem como diretor geral Fabio Nabozni, diretor médico e responsável técnico o doutor Rubens Sirtoli Filho (CRM-PR: 28695) e diretor operacional, Eduardo Filipini. Mais informações: www.superdrbrasil.com.br.

Publicidade:
Anterior Descomplicando o crédito é o assunto que fecha o evento online sobre a retomada das atividades dos restaurantes em São Paulo
Próxima O impacto da Lei Geral de Proteção de Dados nos Processos, e a tendência litigiosa de seu descumprimento ou interpretação superficial