Com atividades de estímulo cognitivo, idosos fortalecem amizades mesmo com distanciamento social

Na Cora Residencial Senior, em São Paulo, pessoas compartilham experiências e participam de iniciativas propostas pelos educadores artísticos

Na Cora Residencial Senior, especializada em cuidado aos idosos, as atividades realizadas com os residentes durante o período de distanciamento social têm contribuído para experiências positivas, e uma delas é o fortalecimento das amizades. Apesar do momento difícil, por meio de iniciativas de estímulo cognitivo, os educadores artísticos, especializados no bem-estar dos idosos, conseguem trabalhar com pequenos grupos e abrir espaço para que contem suas histórias, participem de ações personalizadas e continuem a buscar pela qualidade de vida e bem-estar.

Por meio de uma integração, Dona Daisy conseguiu compartilhar com outros residentes o seu amor pelos concertos do violinista André Rieu. Em grupos pequenos, os idosos têm assistido a filmes juntos. E foi essa atividade que colaborou para que Dona Daisy fortalecesse sua amizade com a Dona Gê. Nesse momento sensível, elas puderam descobrir novas afinidades e oferecem apoio uma para outra. Elas conversam, contam histórias e falam sobre livros, pois além de amar os concertos do violinista, Dona Daisy é leitora ávida – ela lê um livro por semana para manter a mente ativa.

Elton Victor, educador artístico da unidade Jardins da Cora, explica que, por meio das iniciativas de estímulo cognitivo, como teatro, música, jogos, pintura, poesias, filmes e outras, existem muitas histórias e aprendizados que podem ser compartilhados entre os idosos. “Devido à pandemia, as ações realizadas em grupos maiores foram temporariamente adaptadas. Algumas vezes são feitas atividades com apenas duas pessoas e pude ver novas amizades sendo fortalecidas durante essas integrações. Eles têm valorizado esses momentos de estímulo cognitivo e aprendizado. Mais do que isso, tenho notado mais empatia e apreço uns pelos outros. Algumas vezes pode ser mais difícil escolher um filme que todos gostem, mas a conversa entre eles deixa tudo mais fácil de ser resolvido. Eles têm aproveitado cada encontro”, comenta Elton.

“Respeitamos os gostos e as particularidades de estilo de cada um. Esse encontro positivo entre os idosos tem sido natural. Como temos grupos muito reduzidos, eles fortalecem amizades e também conhecem outras pessoas que, antes, não tinham oportunidade de conversar, porque simplesmente estavam acostumados a interagir com outros grupos”, explica Elton. “Eles perceberam que quando abrem um espaço para novas experiências acabam conhecendo outras pessoas com quem podem dividir os momentos da vida.”

A Cora Residencial Senior segue rigorosamente todas as recomendações para prevenção e controle de infecções por coronavírus dos órgãos de saúde. Todas as atividades são realizadas seguindo os protocolos estabelecidos para que a segurança e saúde dos idosos sejam preservadas.

Publicidade:
Anterior Covid-19 é classificada também como doença vascular e pode provocar trombose, diz estudo
Próxima Os perigos da automedicação para se livrar dos maus hábitos da quarentena