Garantia do seu carro | Hábitos que fazem você perder o benefício


Existem diversos acessórios no mercado que são bem mais baratos fora das concessionárias que a tentação é grande de fazer uma adaptação no carro que acabou de comprar. Você já passou por isso? Bem provável que sim.

Acontece que se você não tomar cuidado, uma alteração pode comprometer toda a garantia da fabricante do veículo.

Com ajuda da equipe da Karvi Brasil, listamos aqui uma série de atitudes que podem comprometer o termo de garantia e causar alguns transtornos para o proprietário.

Sobre a garantia

De acordo com os órgãos de proteção ao cliente, os veículos novos saem de fábrica com garantia mínima de 90 dias contra vícios ou defeitos de produção. Existe um termo que é entregue ao comprador em que são detalhados os prazos para cada acessório.

Além disso, de tempos em tempos, com os testes de segurança, as montadoras realizam o chamado recall, que significa uma convocação para alteração em algum item que apresentou resultado adverso.

Mesmo que cada montadora ofereça um período diferente de garantia, o consumidor costuma ter três anos de cobertura contra falhas no câmbio e motor, além de outros itens.

Porém, pular as revisões ou recomendações de troca de óleo pode comprometer a garantia. Mas não é apenas esses motivos que levam a essa perda.

Hábitos que comprometem a garantia do veículo

Não se iluda pela disponibilidade de acessórios que possam modificar o seu carro 0km ou mesmo pelo preço muito abaixo daquele que é oferecido nas lojas autorizadas. Este tipo de prática pode comprometer a garantia do seu veículo e ainda gerar outros transtornos. Mas não é apenas isso que leva a perda da proteção. Confira alguns cuidados!

Uso de reboque

Alguns fabricantes são bem rígidos quanto ao uso de reboque e vetam até o transporte de trailer, independente do tamanho.

Outros modelos perdem automaticamente a garantia apenas pelo fato da instalação do engate de reboque.

O Toyota Corolla é um exemplo da carro que faz o proprietário perder parte da garantia apenas com a instalação de um engate de reboque, enquanto que o Honda HR-V deixa expresso no manual que o veículo não foi feito para rebocar.

Funilaria

É bem difícil não se envolver em um acidente, mesmo que leve, no trânsito tumultuado das grandes cidades. Estas ocorrências podem causar danos leves ou graves na funilaria do veículo e, na maioria das vezes, passar naquele mecânico de confiança é mais barato do que levar a uma loja autorizada.

A Volkswagen revela, em seu manual, que o proprietário que fizer ajustes na funilaria feitos em oficinas não autorizadas perderá a garantia do modelo Gol.

Substituição de tampa de combustível

Furtos na tampa de combustível ou outros equipamentos externos do veículo são frequentes em várias cidades do país. A troca da antena ou do limpador do parabrisas pode ser feita livremente, mas o proprietário precisa ficar atento quando acontece algo com a tampa do tanque de carro.

A substituição da peça por uma que não seja original pode levar a perda de garantia, assim como falha no uso de filtro de ar do motor.

De acordo com o manual do Ford Ka, a falta de uso de tampa correta e original que causar danos ao tanque ou sistema de combustível não será coberta pela garantia.

O manual ainda conta com outra referência sobre o filtro de ar. Deixar de usar o elemento de filtro de ar correto pode gerar danos graves ao motor e leva terá a garantia anulada.

Uso de acessórios não homologados

Eu comentei acima sobre os riscos de fazer adaptações e instalação de acessórios não autorizados. Eles podem comprometer o consumo de energia e também a segurança dos ocupantes. Além disso, podem provocar a anulação da garantia.

A Chevrolet destaca que o proprietário jamais deve modificar o veículo pois pode provocar falhas no funcionamento e desempenho dos sistemas. Já a Hyundai informa que a modificação dos componentes levam ao cancelamento da garantia.

Como você pode ler aqui, pequenas alterações podem comprometer todo o investimento que foi feito na aquisição de um veículo novo. Pense duas vezes antes de fazer algo apenas por indicação de amigos.

Publicidade:
Anterior Fake news e Cyberbullying é um perigo real à vida das pessoas. Veja o caso recente de uma vítima de haters maliciosos
Próxima 40% dos homens que bebem refrigerante tem mais risco de desenvolver Câncer de Próstata